segunda-feira, 24 de maio de 2010

Circuito Athenas agrada a gregos e troianos

Split negativo: este termo é usado quando consegue-se fazer a segunda metade da prova em ritmo mais forte que a primeira. E pela primeira vez nestes anos todos de corridas, terminei inteiro e com menor tempo após o KM 5. Dos 59min24seg, a primeira parte foi feita em 30:18 e a segunda em 29:06. Quando eu vi que dava, acelerei para esta meta, e aí está.

Mas não foi só isso o que agradou na Etapa São Paulo do Circuito Athenas. Desde a entrega do kit, como já havia contado no outro post, tudo transcorreu suavemente, sem atropelos, erros ou stress. A entrega do chip foi feita pouco antes da prova no próprio espaço da Expo Transamérica, onde estava o restante da arena. Esta política é muito boa, pois se a pessoa “falta” no dia, não tem aborrecimento para devolver ou acaba ficando com o chip (prática comum e errada, diga-se). A largada não foi tumultuada, apenas apertada demais para os 4 mil participantes. As baias eram muito curtas para cada ritmo, apesar de ter havido a preocupação com este item.

O dia prometia chuva e frio, mas faltando uns 15 minutos para a largada São Pedro fechou o esguicho e ficamos só com o vento gelado da Marginal Pinheiros. As únicas subidas ficavam por conta da Ponte Transamérica, tanto na ida quanto na volta, sendo o restante do perfil plano. O trânsito foi represado fora da pista expressa, sem risco algum para os corredores, e liberado muito depois do último participante deixar a via.

Várias barracas entregavam o kit de chegada aos pedaços: Gatorade, frutas, medalha e uma toalha de treino com o logotipo da prova. Nada de salgado comestível, para variar. A medalha é bonita, porém do tamanho de uma moeda, já que será parte de uma medalha maior composta pelas etapas II e III do evento. Enfim, tirando-se alguns poucos detalhes (ô estacionamento caro!), a prova foi muito boa e não vi ninguém reclamando. Deixaram até o pessoal subir no pódio antes da premiação para tirar fotos! Ainda no domingo, chegou um SMS com o tempo oficial de prova.

Mesmo com tudo isso, eu não vou na próxima etapa, que acontecerá em 18/07. O motivo: vou para a Maratona do Rio! As pernas ainda doíam da Maratona de São Paulo e eu já estava procurando pacotes de viagem para esta prova. Depois do último dorflex, tudo resolvido.

Espero que as próximas edições, em São Paulo, Rio e BH tenham este mesmo nível de organização, que é o mínimo que esperamos nestes eventos.

Boa semana!

5 comentários:

  1. Que legal Rinaldo!!! Sabemos o quão é difícil fazer a segunda parte da prova mais rápido, muito bom!!! Que bacana mais um circuito de corrida, organizado, enfim, só lamento não morar em sampa, teria mais corridas para fazer! A grana tá curta para acompanhar as provas que desejamos!! Sucesso na Maratona do Rio!!

    Abraços, pri

    ResponderExcluir
  2. Prezado Rinaldo, parabéns pela bela conclusão da prova e ainda em split negativo. Agradeço a visita ao meu espaço e os cumprimentos recebidos. Esta é uma prova para voltar em outras edições : bem organizada, ótimo percurso, alto astral. Vamos lá!

    ResponderExcluir
  3. caro rinaldo também PRETENDO ir ao rio.

    essa 'marvada' me atrai.

    parabéns pela prova.

    valeu!

    nadais

    ResponderExcluir
  4. Parabéns.


    tutta³³
    www.correndocorridas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Parabéns Rinaldo. Ainda preciso conseguir melhorar depois dos 5km, infelizmente, o meu ritmo cai depois da metade da prova.
    Bjos,
    Dani

    ResponderExcluir