quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

O que não se mede, não se gerencia

O primeiro post de 2013 vai ainda falar sobre 2012. Tem gente que não vê a hora de esquecer o ano anterior, mas seja ele bom ou ruim, é necessário que a cada período possamos avaliar o andamento de nossos projetos. Nada melhor que a troca de calendário para colocar os famosos “checkpoints”! Como eu tenho certeza que você tem objetivos na sua corrida (ou triathlon, ou malhação, ou simplesmente perder a barriga de chope...) nada melhor que criar ou usar algum tipo de controle para suas atividades físicas.

A frase do título deste post, “O que não se mede, não se gerencia” é atribuída a W. Edwards Deming, célebre consultor americano na área administrativa, e eu já usei aqui várias vezes. Se eu usei e estou usando de novo, é porque eu acredito nesta ideia. Mas usando outra frase famosa, só que de autoria popular, “casa de ferreiro, espeto de pau..”. Trabalho com desenvolvimento de sistemas há quase 20 anos, então o mínimo que eu deveria ter seria um super sistema que diz até qual a temperatura dos meus fios de cabelo em uma corrida, certo? Errado, eu uso o famigerado, velho e bom Excel (pronuncia-se “ekicél”, viu?). Para encerrar as citações, uma frase de minha autoria: “Todo sistema nasce em uma planilha Excel”.

Só que como eu não tenho tempo de terminar o tal sistema que comecei e preciso dos números, o jeito é continuar anotando tudo nas planilhas. Bem organizadas, dividi as do ano passado em 3 partes: Natação, Corrida e Pedal. Bom, no ano passado eu tive motivos de sobra para este tipo de controle como você já sabe, e neste ano resolvi expandir para controlar outras atividades, inclusive a tal musculação que vivo negligenciando.

Funcionou: ao fechar as 3 planilhas, vi exatamente o que pode ser constatado ao longo do ano, ou seja, eu deveria ter dedicado mais tempo e Kms à corrida. É um verdadeiro martírio treinar para um triathlon, quando você está nadando pensa “eu deveria estar correndo”, quando você está correndo pensa “eu poderia estar pedalando” e advinha, quando está pedalando... “deveria estar nadando!”. Onde então ocorreu o erro? Não fechar “parciais” desta planilha ao longo do ano e caprichar um pouco mais aonde o sapato, ou melhor, o tênis apertava. Vamos aos números de 2012:

- Natação: 104 Km (piscina, mar, represa, banheira...)
- Pedal: 1.127 Km (sem contar ergométrica, rolo e spinning, mas considerando passeios)
- Corrida: 849 Km (incluindo esteira)

Não, não me dê os parabéns, está tudo errado. Além do volume baixo para as peripécias que fiz no ano anterior, é absolutamente desproporcional, eu deveria ter pedalado e corrido um pouco mais, especialmente quando percebi que estava confortável na água. Percebeu aonde quero chegar? Se você não mede, não gerencia, e se não gerencia, o resultado só pode ser abaixo do esperado. Para provar a teoria, quem acompanhou os últimos posts do ano sabe que eu tive um tremendo revés na corrida, aumentando muito meus tempos de conclusão de provas.

Outra coisa que faltou: talvez um pouco mais de detalhes nas planilhas, anotei apenas algumas situações simples, como tênis novo, insolação, falta de ânimo e pequenos detalhes. Também deveria ter feito uma análise mais criteriosa, pois em todas elas há o horário de início da atividade, e neste caso é possível saber “quando” no meu dia eu rendo mais. Enfim, ideias.

Tenho outros objetivos para este ano. Muito provavelmente passe mais tempo na corrida do que nas outras modalidades, mas a lição foi válida: vou avaliar melhor esta planilha, pelo menos enquanto o tal sistema não fica pronto. Se é que algum dia vai ficar.

Em breve eu vou trazer outro tópico de administração que será colocado em prática neste ano, quem sabe você não resolve utilizá-lo também. Aguarde!

Aliás, como é que você controla suas jornadas esportivas? Conte aí nos comentários...


6 comentários:

  1. Resumindo meu amigo já está pronto para fazer o IM hein...muito boa a sua restropectiva esportiva...desejo um feliz 2013 para vc e que vc consiga terminar a sua planilha...
    bons treinos mestre do excel..
    Um abraço,

    Jorge Cerqueira
    www.jmaratona.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pronto pra fazer Ironman com uma média de 16 km de corrida e 21 km de ciclismo por semana ?? ha ha ha !!!

      Excluir
    2. Grande Jorge, IM algum dia, no momento vou ficar nas corridas de sempre. Um excelente 2013 para você também!

      Excluir
    3. Para o "Ice": Em primeiro lugar, o comentário acima foi feito por um grande amigo ultramaratonista que muito incentiva gente mortal como eu.

      Mas vamos às respostas ao seu comentário:

      1) eu não vivo de esporte, quando o trabalho aperta, a primeira coisa que sacrifico é treino, a segunda é sono, e às vezes as duas.
      2) se tivesse lido direito o post ao invés de ficar calculando médias, teria entendido que eu também achei o volume insuficiente... ha! ha! ha!
      3) qual foi mesmo o Ironman que você concluiu?
      4) se vai denegrir minha imagem, aconselho a leitura do post Esse Cara Sou Eu pra ver o que te espera.

      Eu tenho nome e sobrenome e dou a cara pra bater. No seu caso, a menos que seja inimigo do Batman ou um dos X-Men, deveria assinar o post da mesma forma, e não com "apelidinho".

      Afinal, anonimato é crime.

      Excluir
  2. Fala Rinaldo, tudo bom?
    Eu comecei a correr no final de 2011. Infelizmente comecei de maneira não planejada e sem muitas perspectivas a não ser emagrecer. Comecei mesmo de verdade a registrar meus treinos mais ou menos em julho de 2012. Pratico somente a corrida, mas de vez em quando encaro umas trilhas caminhando.
    Resolvi então bolar uma planilha e acompanhar o quanto fiz em cada modalidade em relação ao tempo, quilometragem e com qual calçado. Ainda é o início, mas já senti uma sensível melhora no meu processo decisório, levando em consideração o quanto, como, onde e que horas devo fazer meus treinos.
    E quando o nosso amigo Deming diz que "o que não se mede, não se gerencia", é a mais pura verdade. Seja qual for o objetivo.

    Ótimo post e um 2013 cheio de metas alcançadas!

    Abraços,
    Paulo
    www.correcoracao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paulo, sua estória é bem parecida com a da maioria de nós, começamos com algum objetivo simples e sem planejamento e depois evoluímos para outros desafios. Aí que o planos e o controle fazem toda a diferença. Legal saber que você já assumiu o comando dos seus treinos.

      Abraço e um ótimo 2013!

      Excluir