segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Correr e Caminhar Etapa Mercedes-Benz: Wunderbar!

Antes que eu tome uma goleada (do tipo 7x1) do belíssimo idioma alemão, melhor parar por aqui e começar a falar da Etapa Mercedes-Benz do Circuito Correr e Caminhar, que neste último domingo novamente permitiu aos atletas percorrerem 5 ou 10 Km dentro da fábrica da montadora, em São Bernardo do Campo, SP. E como o pretensioso título do post tentou expressar, foi realmente maravilhosa, uma corrida e caminhada que justifica os meros 10 minutos que duraram as inscrições. Sim, pois além de tudo, era gratuita.

Nos moldes da outra montadora de veículos alemã, o percurso é inteiro dentro das dependências da fábrica, com ruas muito bem asfaltadas, longas retas para desenvolver velocidade e até mesmo umas subidinhas porretas para
fazer com que os atletas reduzissem a marcha. O site de inscrições deu conta do recado, e os quase 3 mil corredores e caminhantes que lá estavam tiveram a sorte de conseguir uma vaga nos escassos minutos após a abertura. Quem quer tem que fazer sacrifício, ainda mais com os altos preços das corridas atualmente, que na maioria das vezes não entregam o que prometem. No caso desta etapa, um kit bem simples, composto por sacolinha de pano e camiseta, além de número de peito e chip descartável, entregues em um shopping center em São Bernardo do Campo na véspera. Nem vou reclamar por não poder retirar o kit no próprio dia, digamos que este pequeno preço é o que o patrocinador espera ao te levar para dentro da loja de artigos esportivos e quem sabe gastar um pouco.

Estacionamento da fábrica liberado para os visitantes, mais uma
prova de que os alemães nos recebiam bem em sua casa, com amplo espaço e segurança. Largada com pouco atraso e partimos para os percursos. Novamente foi muito legal correr em meio às gigantescas cabines de caminhões da marca, sem contar alguns ônibus e outros veículos ainda em fase de construção. Hidratação muito boa ao longo de todo o trajeto, com água gelada em copinhos, sem contar um staff muito atencioso. Poucos pipocas (mas que tinha, tinha). Novamente precisamos de atenção em pedir para que os caminhantes larguem na sequência dos corredores para evitar atropelos, comum nas provas que misturam as duas largadas.

Estava com vontade de correr, com sol e um ventinho ainda gelado, o que estragou um pouco foi o ar seco que estamos vivendo em São Paulo há meses, mas
mesmo assim foi possível completar os 10 Km em 52:08. Sim, tem coisa errada, eu não virei queniano de 2 semanas para cá, pois nos 10 Km da Corrida Juventus, com todas as subidas e descidas, terminei 5 minutos mais lento. Acredito que o circuito estivesse com um pouco menos de 10 Km, e não vou confiar totalmente no meu GPS, que marcou 9.400 metros, afinal, a prova foi muito boa e eu não vivo de corrida ou recordes, qualquer distância está ótima.

Ao final o corredor recebia a medalha pelo staff que a colocava no
pescoço, e não jogada no kit junto com a banana e a barrinha de cereal como acontece por aí. Nota 10 para este detalhe, foi suada e merece o devido respeito. Os caminhantes não recebiam medalha, coisa que discordo, pois o exército de pessoas que acordou cedo e estava lá para fazer uma atividade física saudável e buscar melhor qualidade de vida realmente merecia o reconhecimento.

Além dos diversos pares de tênis que o patrocinador sorteou após a prova, a tradicional premiação de masculino e feminino nas distâncias e dos funcionários que correram
a prova. Uma incrível surpresa: o próprio presidente da Mercedes-Benz no Brasil, Sr. Philipp Schiemer, correu os 10 Km, e lá estava para receber a devida homenagem dos atletas. Que exemplo incrível, mais executivos precisam mostrar aos funcionários como suar a camisa de verdade!

E então, sobra aquela pergunta de sempre: uma corrida com grandes empresas organizando, cedendo espaço e incentivando, pode ter custo zero para o atleta? Sim, está provado acima, mas mesmo assim os organizadores continuam exibindo números com 3 dígitos, em plena crise econômica e recessão que o país atravessa. Não precisa ser de graça sempre, mas preço justo é o que se espera de um evento.

Voltando ao que interessa, parabéns à Mercedes-Benz e a todos que completaram esta excelente prova!

(P.S.: meus conhecimentos do idioma alemão continuam toscos, se alguém quiser me corrigir, fique à vontade)

2 comentários:

  1. Segundo ano que cochilo e não consigo ir, Rinaldo. Parabéns pela sua participação e espero que nos encontremos em breve em outras provas por aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, atualmente estas corridas com inscrições gratuitas ou preços especiais estão esgotando muito rápido, mas neste caso valeu a pena aguardar a abertura no horário prometido.

      Com certeza a gente se vê nas próximas!

      Bons treinos!

      Excluir