domingo, 23 de novembro de 2014

Night Run Júpiter: partiufoguete!

Fazia tempo que eu não ia a uma prova noturna! Mais tempo ainda que eu não enfrentava 5 Km! Tudo bem, na semana anterior, ali pertinho desta prova, eu participava de uma ultramaratona com 10 vezes esta distância, mas corrida é corrida, não importa a quilometragem. Então, se no que conta em uma ultra é a resistência, aqui o que manda é a velocidade. Mais uma edição da Night Run, prova tradicional no calendário, que encerra seu circuito em São Paulo partindo de dentro do sambódromo e usando a pista que já foi da Fórmula Indy na Av. Olavo Fontoura, em ritmo de balada e com muita gente disposta a queimar o asfalto.

O kit foi retirado na loja Decathlon do Morumbi, entrega muito rápida e eficiente, composto na sua edição básica por sacola grande, copo térmico, pulseira led e camiseta de manga comprida, tudo de excelente qualidade. Chegar ao Anhembi em São Paulo é bem fácil para quem mora na Zona Norte como é o meu caso, sendo que optei por deixar o carro um pouco distante, mas como a prova era curta, uma caminhada não faz mal a ninguém e serve como aquecimento.

Largada pontual, 19:30 para os 5 Km, os 10 Km largariam às 20:30 e todos convidados para o agito dos DJs na sequência. Devido ao grande público e ruas um pouco estreitas em alguns pontos, o jeito é usar a sua “manobrabilidade” para conseguir apertar um pouco mais o ritmo sem atropelar ninguém. O pessoal realmente estava a fim de correr, o que deixou a prova mais divertida ainda. Apesar de ter no dia seguinte os 10,5 Km da Ayrton Senna Racing Day, com todo o sobe e desce do autódromo, resolvi soltar as amarras e deixar os tênis livres para voar na pista. E surpresa, um novo recorde nos meus 5 Km, 27:30! Nada digno de pódio, mas sabe como é, nosso relógio é nosso maior adversário.

Após passar pela dispersão, recebi medalha, isotônico, água e frutas, e para quem gosta ainda iria rolar bastante agitação na arena do evento. O frio de uma noite de
novembro (vai entender...) fez com que eu me retirasse sem encontrar os colegas que sabia que estariam lá, mas valeu a pena participar de um prova nestes moldes. Um detalhe interessante foi a possibilidade dos participantes do programa de fidelidade Multiplus trocarem seus pontos pela inscrição, uma ideia muito boa e que seria muito bem vinda para os próximos eventos.

Agradecimentos à Multiplus pela inscrição cedida e ao pessoal da CDN pelo convite, fiquei muito contente por ter participado de um evento grandioso e divertido como esta corrida.

E a bela medalha, com este foguete em relevo, é dedicada aos brilhantes cientistas que na semana anterior pousaram a sonda Philae em um cometa, entrando para a história da exploração espacial humana. Assim como os corredores, eles audaciosamente foram onde ninguém jamais esteve! (lema de Star Trek, bem apropriado para o contexto)



Nenhum comentário:

Postar um comentário