segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Ultramaratona Dizzy Endurance: Não pare na pista!

Mais um episódio do "Novembro Insano": não contente em ter feito uma maratona bem casca-grossa e correndo uma meia maratona antes e outra depois, o cidadão aqui se mete em uma ultramaratona de 50 Km em pista...


Se ninguém percebeu a figurinha aí ao lado escrito “Novembro Insano”, agora é hora de acreditar que é verdade. Explicando melhor: após o clima desértico da Maratona de São Paulo, com todas as suas dificuldades apresentadas, eu já estava inscrito na Athenas SP 21K, o suficiente para botar um ponto final em um ano que teve outras corridas, meias e o Ironman. Mas, sabe como é, eu não sossego.

Eis que sou apresentado (na minha busca diária em calendários de corrida) a uma ultramaratona de 50 Km em pista, e o pior, perto de casa, uns 10 minutos de carro ou ônibus. Mas o que fisgou o pseudo-atleta aqui foi a frase “temida pelo seu extremo desgaste psicológico” como anunciada no site do organizador, a Endurance Eventos. Literalmente, fiquei babando de vontade de participar, e como já havia feito uma anteriormente, a UltraRunner Praia Grande (na categoria 50 Km), sabia que eles estavam certos. Preço um pouco acima do normal, R$ 180,00, mas dada a estrutura que uma prova dessas deve ter, o valor é justificado. Diga-se, este valor afasta aventureiros ou aqueles que só vivem de inscrição cortesia, que vão lá “tentar”, quem entra é para finalizar, e isto é uma política que deveria ser melhor aplicada nas provas longas atuais. Outro ponto muito positivo foi a entrega de 3 termos de autorização preenchidos e assinados na retirada de kit.

Aí você pergunta, “correr em pista não precisa fechar ruas e pagar taxas para a Prefeitura, então porque tão caro?”. Em primeiro lugar, a prova acontece em locais fechados, neste caso o Clube Esperia na Zona Norte de São Paulo, que precisou fechar a pista de atletismo e algumas quadras de tênis na área interna desta para receber os atletas. Mas o que chama a atenção é a fartura de comes e bebes servidos durante a prova, infinitos copos de água, isotônicos, frutas, bolachas, mel e uma refeição quente (purê de batata) servida em um determinado horário. Um tonel com água gelada e esponjas foi disponibilizado ao lado da pista, e que alívio para o ar abafado do dia, apesar da ausência do sol.

A prova ainda contava com duas distâncias, 50 Km a serem completados em 8 horas ou 100 Km a serem completados em 12 horas no máximo. E aqui não tem choro, o relógio bateu, game over para quem não finalizou. Outras regras incluíam não jogar lixo na pista ou arredores e pacers, todas sob pena de advertência e desclassificação. Infelizmente o sistema de cronometragem por chip foi danificado pela forte chuva na noite anterior, obrigando a organização a disponibilizar staff ao longo da pista para a marcação manual de voltas. E foi uma marcação precisa, eu com meu dispositivo contador que você já conhece conferia o painel eletrônico na tenda e estava sempre bem afinado com os números oficiais. Em uma pista de 375 metros como esta do clube, são necessárias 133 voltas para 50 Km. Aja voltas!

Fui no meu ritmo normal até o Km 25, onde passei com umas 3 horas, o esperado, porém as coisas complicaram daí para frente. Uma dor chata voltou a atacar meu pé durante a semana anterior, e sem ter como consultar um médico sobre o assunto devido à
proximidade da prova, fui assim mesmo. Da metade para a frente tive diversos momentos de desconforto no pé, sem contar o cansaço físico que bateu forte devido ao tempo abafado. Planejava terminar em até 07:00, mas passei um pouco e terminei com aproximadamente 07:35.

Tudo muito bom do ponto de vista de organização, sendo que os sócios da empresa organizadora, a Endurance Eventos, são atletas de resistência e sabem o que nós precisamos nestas horas. Ao contrário de organizadores “sem rosto” que nunca calçaram um tênis de corrida, estes caras são especialistas no assunto. O patrocínio principal ficou a cargo da lanchonete Dizzy, outros estabelecimentos e marcas famosas do esporte. Como a organização teve o cuidado de nos enviar uma pesquisa de satisfação, deixei para comentar alguns pequenos detalhes que poderiam ser revisados diretamente com eles, não há necessidade destacar aqui.

Fica registrado aqui os cumprimentos pelo sucesso da prova aos organizadores, e que venham as próximas!

(e as minhas próximas? semana que vem tem mais, o Novembro Insano ainda não acabou...)


2 comentários: