segunda-feira, 30 de março de 2015

Corrida e Caminhada Olga Kos, bem organizada e acessível

De vez em quando faz bem voltar aos antigos circuitos, aqueles de corridas que você já fez inúmeras vezes e já conhece cada pedra do caminho. Muita gente usa como parâmetro para definir melhorias no tempo, ou fazer o mesmo trajeto em diferentes condições climáticas e daí por diante. Na maioria das vezes, acabamos indo pela facilidade de acesso ou mesmo por gostar da região da prova. E quem mora em São Paulo, capital, e corre regularmente, já deve ter experimentado a região do Pacaembu, indo até o Minhocão e voltando ao estádio de futebol. Chato? Nem pensar, é um percurso bem desafiador pela sua característica de iniciar no plano com leve descida, enfrentar uma pequena subida quando já está aquecido e depois um sobe e desce no elevado, sem contar a pequena mas perceptível inclinação da Av. Pacaembu.

E no domingo dia 22, mais uma prova aconteceu na região, a Corrida e Caminhada Olga Kos pela Inclusão Cultural, promovida pelo Instituto Olga Kos e que reuniu por volta de 3 mil participantes nos 5 Km, 10 Km e caminhada. O que chamou a atenção foi a inscrição a preço muito convidativo para os padrões atuais, R$ 40,00 com sacola, squeeze, camiseta (branca e de ótimo tecido), número de peito, chip descartável e medalha ao final. O único ponto a considerar foi concentrar a retirada de kits em um único dia, no sábado, apesar da facilidade de acesso do local do antigo Clube de Regatas Tietê. Uma fila imensa esperava pelos corredores, mas a eficiência da organização fez com que a entrega fosse rápida.

Tempo meio nublado, com sol forçando a barra entre as nuvens, mas no geral bem agradável para corrida. Largada bem próxima do horário estipulado e infelizmente mais uma prova que não dá a volta na praça circular em frente ao Estádio do Pacaembu. Possivelmente para não tumultuar a entrada do Museu do Futebol, mas uma característica que se observa nas últimas edições dos circuitos que ali acontecem. E partimos para o tal percurso que eu já
descrevi acima, com pequena alteração ao final da Av. Pacaembu, uma subida mais íngreme antes do Minhocão.

E lá pelo meio da prova ainda encontro o colega Leonardo do blog Pisando Por Aí, que eu não via há um bom tempo e que continua no pique das corridas. Público animado e levando a corrida a sério, mesmo depois da dispersão dos 5 Km o pelotão estava forte no ritmo, aproveitando o clima agradável e a boa organização pelo percurso. Excelente hidratação, mas as placas de quilometragem deixaram um pouco a desejar pelo caminho.

Dentro das minhas atuais capacidades, ainda baixei um pouco meu tempo nos 10 Km, terminando em 56:02, apesar de que o GPS queria mais 300 metros para completar a distância. Problema dele, o que vale é o estipulado
pelo organizador. E ao final uma bela medalha, e olha que eu sou chato com isso, é difícil ficar impressionado com medalhas, mas esta é realmente muito bonita e parece de fato uma conquista.

Então dá para fazer uma prova bem organizada, decente, em local agradável por menos de R$ 50,00.

Dá sim, apesar de alguns organizadores acharem que não.

2 comentários:

  1. Parabéns pela pela prova Rinaldo.
    Realmente uma medalha muito bonita.
    Abraço e boas corridas.


    tutta/Baleias-PR
    www.correndocorridas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir