terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Troféu Cidade de São Paulo: ligando os motores...

Sim, eu sei, o ano já começou e lá se vai o primeiro mês, mas eu ainda não havia achado uma corrida para este início de 2014. Poucas opções, muita gente viajando, e eu já estava mentalmente preparado para voltar ao asfalto (oficialmente) só em fevereiro. Eis que um colega de trabalho vem me lembrar, no último dia de inscrição, do Troféu Cidade de São Paulo, prova tradicional que acontece no dia do aniversário da metrópole, e que neste ano caiu em um sábado. Com outro compromisso esportivo para o domingo, que depois eu conto, resolvi encarar esta que é uma prova muito especial para mim.

Inscrição na casa dos R$ 50,00 para um kit simples, número, chip (normal, não descartável) e uma camiseta azul-Smurf com o logotipo do evento. Apesar de ter sido uma retirada bem rápida em uma loja do supermercado que patrocina a prova, tenho uma crítica: ninguém conferiu se “eu” era “eu mesmo”, ou seja, não pediram documento e muito menos olharam o comprovante de inscrição. “Outra pessoa” poderia ser “eu” e ninguém ia se responsabilizar pelo kit faltante quando “eu” estivesse lá e começasse a reclamar.

Parar carro na região do Ibirapuera não é nada fácil, então fui de transporte público, a melhor opção neste caso. Encontrei o colega Alessandro do Correndo Que Me Entendo e o Rodrigo do Corrida de Rua MS um pouco antes
da prova, e depois fui para a largada. Pontual, elite largou às 07:30 debaixo de um sol insano e os demais às 07:35. Parabéns ao organizador neste ponto, provas com muita gente dificilmente largam no horário, mas por outro lado, (ainda) é necessário instruir os caminhantes a não largarem no meio dos corredores!

Percursos de 10 e 6,3 Km pela já tradicional Av. 23 de Maio e um trecho da Av. República do Líbano, bastante sobe e desce, a única coisa que não descia e só subia era o sol, fritando bonés, cabelos e tudo o mais. Logo no início nosso colega O Corretor Corredor estava lá como sempre fotografando, filmando e registrando nosso "sofrimento" e ainda corremos um trecho juntos.

Pé no acelerador e mantive as marcas do ano passado, fechando em 00:59:09, pelo menos um pequeno recorde registrado pelo GPS nos 5 Km. Mas sabe como é, se tivesse apertado um pouco mais, aqueles menos 10 segundos... deixa prá lá, oportunidade não vai faltar.

Uma pequena muvuca para retirar o kit pós-prova, uns 10 minutos de fila, e lá estava a primeira medalha do ano.

Esta corrida existe? Sim, esta corrida é real!

Há 8 anos eu fui convidado (intimado, na verdade) pelos colegas da empresa onde trabalhava a começar a correr. Achei aquilo muito radical, então concordei em ir na caminhada que acontecia junto com esta prova, meros 5 Km. Como já disse aqui antes, ao ver aquele povo voltando no sentido contrário, desembestado pela pista oposta da Av. 23 de Maio, só me ocorreu
uma coisa: “quero estar do outro lado na próxima!”. Pronto, o tal bichinho da corrida fez um estrago danado, e até hoje eu fico fuçando em sites, procurando eventos, inscrições, bom, o resto você já sabe.

O banco que patrocinava a corrida nem existe mais (muito menos o dinheirinho que eu guardava lá), mas eu ainda tenho o número de peito, camiseta e até o envelope. Antes que você fale, sim, talvez eu tenha até os alfinetes daquele kit! Na verdade eu fiquei fascinado por receber um número de peito igual ao dos atletas de verdade, e daí você já pode imaginar de onde veio o nome do blog...

O único arrependimento: não ter descoberto a corrida antes!


Em 2014 vou participar de menos provas, como já disse no final do ano. Mas esta tinha que fazer parte, afinal, ela é o “kickoff”, o “rollout” de projetos muito maiores.

Aguarde.

8 comentários:

  1. Que bacana! Parabens pela corrida e pelos 8 anos de corridas de rua! Me lembro que tb participei desta corrida de 2006 com a camisa verde escuro... rs!
    Gosto muito desta prova também, porém tenho minhas queixas quanto à não orientação para os caminhantes que poderiam largar em uma faixa separada. Aliás, acho que já disse anteriormente: sou a favor da "democratização" das corridas, com alternativas de caminhadas e corridas curtas, porém acredito que deveriam ser em horários diferentes (assim como o Circuito das Estações) ou com a orientação de faixas. Infelizmente, isso prejudica a corrida inteira de quem quer fazer tempo ou correr de forma tranquila.
    Curiosidade: na São Silvestre completei 10 anos de corridas de rua! E que venham mais! E se possível a maratona neste ano! hehe!
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, William, eu lembro de você e da nossa "pequena" equipe naquela prova, eu estava totalmente perdido! Realmente os caminhantes precisam ser orientados, muitos estavam assustados com aquele povo todo correndo ao redor, acho que um pouco de orientação no sistema de som já resolve o problema.

      Parabéns pela prova e pelos 10 anos de corridas! A maratona é possível sim, é treinar e planejar!

      Abraço!

      Excluir
  2. Poxa Rinaldo que bom foi bem , pois estava muito quente, me lembro da primeira subida mais forte , meu corpo ja estava derretendo, legal a lembrança desta prova, tenho do Espéria e infelizmente não acontece mais... Bom ano pra você e escolha a dedo as provas , vale muito mais a pena, e sei que esta experimentando outros esportes, tá certíssimo !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, o calor estava forte, típico desta prova. Não só desta prova, mas tenho recordações de muitas outras, qualquer dia faço um post nostálgico, daqueles de deixar o corredor das antigas com lágrimas nos olhos...

      Abraço e boas corridas em 2014!

      Excluir
  3. E aí Rinaldo, legal te ver lá na prova, pena que foi bem no momento para fazer o aquecimento para prova. Em outra oportunidade conversaremos mais, bater papo das corridas e dos blogs tbm.

    Valeu, mencionarei seu post na minha postagem tbm, parabéns pelos 5k, se dobrasse já daria bom 57:30 !!!

    Abraços

    Rodrigo Augusto
    corridaderuams.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Rodrigo, muito legal conhecê-lo pessoalmente! Nas próximas a gente coloca o papo em dia, não vai faltar oportunidade.

      Um dia eu chego lá, vou apertar o passo e quem sabe até um split negativo...

      Abraço e bons treinos!

      Excluir
  4. Parabéns!!!Vc é mais que vencedor..um dia eu chego lá...Determinação é tudo! Abraços linkei vc no meu blog
    www.viciadasendorfinas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza chega, aí vai uma frase de incentivo: "motivação é o que te faz começar, hábito é o que te faz continuar".

      Já estou seguindo seu blog, boas corridas!

      Excluir