segunda-feira, 11 de julho de 2016

Inverno com novidade no excelente Circuito das Estações 2016

E aí novamente aquela estória “já corri este circuito, não vou só para baixar o tempo” e coisas do tipo. Mas, pensando na inovação, os organizadores do Circuito das Estações Caixa 2016 presentearam os paulistanos com uma nova distância, 16 Km, para melhorar ainda mais o que já era bom. Pela maturidade do circuito, que sempre preservou o local de largada como a Praça Charles Miller em frente ao Estádio do Pacaembu, as provas só melhoram a cada ano, trazendo corredores novatos e experientes para as ruas da região central uma vez a cada estação do ano.

A retirada de kits foi novamente em um shopping center da região da prova, bem organizada e eficiente, onde o atleta ganhava uma ótima camiseta oficial, sacola, bandana e número de peito. O software de smartphone do organizador Ativo.com permitia a leitura do código de barras da inscrição direto na tela do celular, dispensando a papelada que geralmente temos que levar para retirar kit, outra ótima sacada.


Largada cedo e pontual, 07:00 da manhã, com 13 mil inscritos entre as distâncias de 16, 10 e 5 Km, esta última largando um pouco mais tarde. Como a região é de fácil acesso, resolvi ir de transporte público, porém um pouco de atraso da minha parte gerou um pequeno stress pré-prova no momento de arrumar a sacola do guarda-volumes e ir para o setor de largada. Vi diversos atletas e já pensei “vou ficar no fundão mesmo, tá bom que vou conseguir entrar no meu setor tão próximo do horário de largada, já deve estar um bagunça”. Total engano da minha parte, a entrada para cada funil era meticulosamente controlada pelo staff da prova, que só deixava passar quem estava destinado ao setor.
Fiquei impressionado, por ter feito um tempo razoável na edição do ano passado nos 10 Km, fui classificado para um setor bem à frente do fundão, o que gerou mais confiança no início da prova. Nota 10 para a organização, este tipo de classificação e controle de entrada deveria existir em toda prova, independentemente do tamanho.

Partimos então para experimentar a distância de 16 Km (aproximadamente 10 milhas), com excelente marcação de quilometragem, hidratação e sinalização do percurso. O trecho novo lembrou um pouco a prova que acontece no último dia do ano, passamos pelo Viaduto Pacaembu e fomos em direção à Av. Rio
Branco, percorremos a Al. Barão de Limeira e voltamos para a região do Elevado Costa e Silva, para o tradicional trecho do Minhocão. Ao final desta etapa os corredores de 16 Km encontravam os de 5 Km na Av. Pacaembu, o que tornava a festa ainda maior, pois terminavam todos juntos.

Vai saber o que deu neste aqui que escreve o texto, mas resolvi disparar numa velocidade que não é a minha, muito menos para uma distância de médio percurso como este, e terminei com 01:31:33, pace de 05:43 min/Km, algo inédito e para o qual eu não vinha treinando! Acho que a empolgação da novidade, aliada a um evento bem organizado foi a motivação que eu precisava para apertar um pouco mais que o normal.


Mais novidade vem aí, o Circuito das Estações Caixa 2016 – Primavera – São Paulo terá também a distância de 21 Km, ou seja, mais uma meia maratona no calendário paulistano! E é claro, não vou resistir, quem sabe recorde na minha distância predileta...


Agradecimentos à Multiplus e ao pessoal da CDN pelo convite para participar da prova!

Um comentário:

  1. Parabéns pelo ótimo tempo obtido na prova Rinaldo.
    E nos vemos por aí dia 31/07.
    Abraço, bons treinos e até lá.


    tutta/Baleias-PR
    www.correndocorridas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir