terça-feira, 26 de janeiro de 2010

XII Troféu Cidade de São Paulo: boa, mas já foi melhor

Segunda-feira, 08:30 da manhã, congestionamento na Av. 23 de Maio. Pelo menos desta vez foi por um bom motivo: oito mil corredores comemoravam o feriado e aniversário da cidade da melhor forma possível, ou seja, no asfalto. Mais uma edição do Troféu Cidade de São Paulo, organizado pela JJS Eventos ocorreu neste dia 25 de Janeiro, e seguindo a tendências das últimas corridas, foi possível observar o de sempre: percurso tradicional e falhas de organização. De novo este assunto? Sim, por incrível que pareça, de novo.

A bagunça começou pela retirada do kit, que ocorre no Supermercado Carrefour da R. Pamplona. Apesar de ser em uma região central, não é roteiro para muita gente, mas facilita por possuir estacionamento e estrutura para a retirada. Indicar o tamanho da camiseta no momento da inscrição é bobagem, pois na distribuição dos kits cada um escolhe a que quiser. Tinha gente reclamando e muito corredor de cara feia. O kit era composto por uma edição da Contra-Relógio do ano passado, chip, número e uma camiseta preta... em pleno verão! Tecido bom, mas só serve para usar na academia ou em dias sem sol.

Sol... apesar de ter desabado um aguaceiro danado no sábado, o domingo amanheceu sem uma nuvem. A temperatura estava na faixa dos 21 C lá pelo meio da prova, então não ficou muito abafado e eu resolvi não arriscar a camiseta preta para não suar ainda mais. A largada foi um tumulto e tanto, afinal, corredores de 10 e 6 Km estavam misturados com caminhantes de 6 Km. Passado o atropelo inicial, a parte boa da prova: o percurso é o tradicional Ibirapuera - Av. 23 de Maio – Av. República do Líbano – Ibirapuera, mas este já começa em direção à Av. 23 de Maio, facilitando encarar aquelas subidas danadas logo no início. A hidratação estava boa, apenas falha no primeiro posto, onde o tradicional berro “gente, tem mais água lá na frente” deixou muito corredor como eu sem resfriamento por mais 2 Km, pois havia somente uma bancada armada.

Daí até a minha passada pelo pórtico de chegada com 01:00:15, ocorreu tudo bem, exceto pela incoerência de distribuirem gel de carboidrato no Km 8. Porém, a entrega dos kit pós-prova foi uma nova palhaçada. Os corredores tinham que atravessar o gramado em volta do Obelisco absolutamente enlameado (lembra do aguaceiro?), o que deixou todo mundo furioso por sujar os tênis. Filas gigantescas se formaram, pois os kits eram montados na hora: sacola plástica, maçã, isotônico (Marathon) e medalha. E só.

Você que está aí lendo este post e sabe que eu venho reclamando bastante de organizações de corrida ultimamente, por favor responda: vale a pena gastar R$ 50,00 para participar de uma prova assim? Dinheiro literalmente suado, dava para calçar o tênis e correr em outro lugar, já que não se pode contar com estrutura decente na prova.

Estou riscando um monte de provas do calendário e cogitando correr em outros lugares, gastando então em viagens e deslocamentos ao invés de dar dinheiro para estas entidades que organizam provas em São Paulo. Infelizmente, o Troféu SP pode ser uma delas, apesar do carinho que tenho por esta prova, que foi a primeira em que participei há 4 anos atrás (como caminhante, diga-se). Vamos esperar as próximas e ver como as coisas se ajeitam neste ano.

Boa semana!

5 comentários:

  1. Bom dia Cláudio,

    Concordo com vc, realmente a prova de ontem teve momentos de extrema palhaçada (principalmente a retirada do kit pós-prova) sem falar nos banheiros químicos (também direcionados para o lamaçal). Chega ser difícil de acreditar naquilo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi Claudio, ainda não participei de nenhuma prova (a primeira será dia 07/03) mas tenho ouvido e lido sobre muitas reclamações. No ano passado o meu marido participou de algumas provas e ele sempre terminava dizendo que faltou água (pode isso?) ou a água estava quente. Acho que não tem coisa pior que vc estar morrendo de sede e ter que tomar água quente ou mesmo ficar com a garganta seca. E a gente ainda paga por isso!!!!
    Bjos,
    Daniela
    www.correndoemagrecendo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eta, Claudio! Mais uma prova e a organização falha.. é irritante mesmo, ainda mais porque pagamos pelo serviço. Quem foi a responsável por esta prova? Nunca participei, mas é bom saber... parece ser tão simples separar os participantes pelo tempo, pela modalidade da prova, porque será tanto desconcerto???Bem estarei ma meia de sp, pela yescon, vamos aguardar. Boa sorte, Pri

    ResponderExcluir
  4. O problema de falta de respeito para com os atletas acho difício de acabar, a menos que todos decidissem em não correr mais aquela prova, coisa que acho impossível de acontecer.
    Pois, se você, ou eu, não vamos em uma determinada prova, outras pessoas vão.
    Então amigo, infelizmente o jeito é agüentar o máximo tudo isso.
    Mas quanto a sua participação foi muito boa.
    Parabéns.
    Abraços.


    tutta³³
    www.correndocorridas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Claudio, acho que sou mais um corredor que não aguenta mais a bagunça dos organizadores.
    Lendo seu comentário e previsão das provas de 2010 quero trazer uma sugestão.
    Que tal se fizermos comentários sobre nossas experiências das provas de 2009 antes da realização dos eventos de 2010. Assim poderiamos evitar que oitros passem pelos mesmo problemas que já conheçemos MUITO bem.
    E vamos começar a garimpar novas e boas provas... Abraço a Todos

    Leo

    ResponderExcluir