sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

São Silvestre: faltou organização, sobrou gente

Feliz Ano Novo!

É uma pena, mas eu tenho que começar o ano na base da reclamação, e para variar um pouco, vamos falar da Yescom.

Só há uma palavra para descrever a organização da 85a. São Silvestre: Péssima! Paga-se uma fortuna por esta prova tão querida, praticamente a inscrição de duas provas normais do calendário e nem um décimo da logística de uma prova comum. Vamos deixar o kit pré e pós-prova de lado, não adianta mais falar disso, e vamos ao que interessa, ou seja, a prova em si.

Muvuca na largada? Pessoal fantasiado? Isto faz parte, o problema é bem mais sério: hidratação. Veja o meu breve relato da prova:

Largada: fiquei brigando com meu MP3 player e larguei meio rápido, depois controlando a descida da Consolação. Já sei que não dá para correr nos primeiros 2 Km, é muita bagunça. Lá pelo Km 4 desisti de correr, não aguentava mais os deslocamentos laterais para ultrapassar os grupos que caminhavam e conversavam, como se estivessem no Shopping Center. Vou curtir a prova, dane-se o tempo.

Km 4 e alguma coisa: primeiro posto de hidratação, em uma prova com 30 graus de temperatura e 52% de umidade do ar. Primeira, segunda, terceira bancada sem água, enfiei a mão no gelo derretido para esfriar um pouco o pulso e só consegui água sem gelo na quarta bancada. Muita gente para trás ficou sem água.

Km 5 a 7: Elevado Costa e Silva, bastante calor, mas o asfalto aqui já é amigo do meu tênis, pois corro pelo menos uma vez por mês lá aos domingos. Menos grupos conversando, mas muita gente já ensaia andar e começa a parar sem aviso, um problema para quem vem no ritmo.

Km 7 a 9: no segundo posto de hidratação, Km 7, novamente na quarta bancada eu consigo água, desta vez quente. Bebi um gole e atirei o copo no chão de tanta raiva. O sol chicoteava as costas dos corredores na Av. Marquês de São Vicente, mais de um Km de sauna. No Km 9, subida do Viaduto Rudge, um ponto muito difícil, mas eu estava indo bem, ultrapassando mais caminhantes. Daí veio meu pior momento em corridas de rua em 4 anos: senti os desagradáveis sintomas da desidratação, tontura, desorientação e por alguns segundos esqueci até onde estava.

Elvis não morreu? Se não morreu, não morre mais. Tinha pelo menos uns 3 Elvis pela prova, e como um deles correu ao meu lado neste meu pior trecho, eu só ouvia as pessoas falando "olha lá, Elvis não morreu!". Ser ultrapassado por um cara naquela vestimenta toda realmente deu vontade de matar o sujeito. Elvis(s), parabéns, vocês reinaram ontem!

Km 10 ao 12: a coisa só melhorou no Km 10, onde os prédios já protegiam dos raios do sol e um vento começava a bater. De novo, água só na quarta bancada do Km 10, desta vez um pouco menos quente, por não estar no sol. A Av. Rio Branco é plana, então foi possível acelerar um pouco e até arrisquei o gel de carboidrato, que pensei poder fazer mal devido ao calor, mas que no fim ajudou.

Km 12 ao 15: já não tinha mais pique na subida da Brigadeiro e novo stress com hidratação, tive que parar para pegar um copo, enquanto o responsável pela distribuição ficava "brincando" no gelo derretido. Peguei também uma pedra de gelo, esfreguei bem nos braços e sem saber o que fazer com aquele troço gelado na mão ofereci para uma corredora ao lado, que aceitou prontamente. Caminhei um trecho por superaquecer de novo, mas subi o final no ritmo e entrei na Av. Paulista cornetando (levei uma corneta pequena no cinto) e fim de mais uma São Silvestre. Total: 01:41:58, não um tempo muito respeitável, mas nem esquento mais com isso (literalmente).

O que aconteceu de errado? Simples: organização. A prova já estava superlotada com 21 mil participantes, fora os "pipocas", que detonaram os postos de hidratação e prejudicaram os corredores, ou seja, a água estava contada! Deixei a transmissão da prova gravando e hoje percebi que até a distribuição de água para a elite foi precária. Em eventos oficiais, geralmente a elite recebe um squeeze ou até mesmo copo, mas separado do resto dos corredores!

Eu sou paulistano e a São Silvestre tem um sentido especial para mim: o percurso é legal, passa por quase todas as empresas em que trabalhei, na frente de duas em que presto serviço atualmente, ao lado da faculdade onde dou aulas e pelas faculdades que cursei como aluno, e eu percebo tudo isto ao longo do caminho, no último dia de mais um ano que termina. Por estes e outros motivos eu fico muito chateado quando a incompetência da organização, aliada à imbecilidade da Rede Globo em alterar o horário para cada vez mais cedo só para começar o "Show da Virada" atrapalha tudo.

Agora, para te deixar um pouco triste, a "organização" da prova pretende tirá-la da Av. Paulista. Afinal, 21 mil corredores atrapalham mais que 2 milhões de pessoas pulando na festa de virada. Não acredita? Vejas as notícias:

Organização pensa em mudar percurso da S. Silvestre (Terra)

Atletas da São Silvestre dividem Paulista com bebida e salgadinhos (Folha Online)

São Silvestre admite mudar percurso para poder crescer (Esporte Brasil)

Vamos torcer e nos mobilizar para que isto não aconteça, ou a prova corre o risco de perder seu charme, por ser a única que utiliza nosso maior cartão postal, a Av. Paulista.

Valeu a pena? Claro que sim, superar dificuldades é a nossa vida de corredor!

Bom ano a todos!
(menos para a Yescom e para a Globo)

7 comentários:

  1. Caro amigo Rinaldo, assino embaixo de tudo do que vc escreveu aqui no seu blog, antes de deixar minha opinião quero lhe parabenizar por mais uma prova concluída e que seu 2010 seja de muita felicidades, realizações e muitas boas corridas amigão.
    Bom ontem competi e a tarde assisti vcs correndo a S.S. pela Tv, opa vcs correndo não eu vi a elite correndo, pois a globo só focou os atletas de elite 99% da transmissão era eles correndo, de vez em quando passava alguns flashs dos corredores amadores correndo é lastimável que isto aconteça, mas enquanto os corredores não se UNIREM, boicotando esses tipos de provas assim nada vai mudar, lembre-se do ditado, UMA ANDORINHA SÓ NÃO FAZ VERÃO, ou seja uma minoria de corredores que nem a gente não vai adiantar nada, pois sei que o trabalho é duro, mais enquanto todos os corredores não se conscientizarem nada mudará, nós corredores amadores temos uma arma muito boa, que não estamos sabendo usar, pois ela se chama UNIÃO, pois é nós corredores que abrilhantamos as corridas, é nós que fazemos a festa e não os corredores de elite, não sabia da mudança do percurso da S.S., se acontecer mesmo será uma pena, aliás já foi uma pena em que o horário da mesma mudasse da virada do ano para tarde e agora a mudança do percursso, realmente é um absurdo mesmo, bom alguma coisa tem que ser feita, este total de desrepeito conosco não pode ficar acontecendo, vamos nos unir contra este absurdo.

    Um abraço camarada,

    Jorge Cerqueira
    www.jmaratona.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Rinaldo por mais essa conquista.

    A YESCOM para mim agora será a "NOCOM". Não correrei mais nenhuma prova deles em boicote ao total desrespeito com quem mais importa, nós, os trouxas que pagam para ser mal tratados.
    Se der vontade, vou no dia e corro na bagunça, mas inscrito NUNCA MAIS! Só se for de graça.

    E a Corpore tbm com esse aumento abusivo e injustificado dos preços vai ficar sem minha anuidade e sem meu suado dinheiro a partir desse ano.
    A resposta da corpore para o aumento é que na concorrencia é mais caro. Então, eles não me querem tbm.
    Tô fora!
    Vou correr provas mais simples e circuito alternativo.
    Abraço e Feliz 2010!

    Colucci
    @antoniocolucci
    #twittersrun
    http://toticolucci.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá Rinaldo! Agradecemos pelo relato, afinal só sabe dessas coisas quem realmente esteve lá..corri a são silvestre dois anos atrás, e não tive nenhum problema em relação aos postos de hidratação,é triste ver que com o tempo as coisas não melhoram, e sim pioram. Acredito que a yescom deve refletir a respeito do limite de participantes da São Silvestre,quanto ser uma prova de tão somente curtição, isso é certo, nao dá para fazer tempo na são silvestre. Acho importante vc encaminhar seu relato a os corredores e a própria organização.Participei de outras provas que a yescom organiza como a Maratona de Sp, a meia, e não encontrei nenhum problema, até oas valores das provas são mais acessíveis que outras organizações. O problema é a sao silvestre e as exigencias que a rede globo infere. Temos sim que levara adiante tais problemas para que melhore as condições desse esporte tão pouco valorizado. Vide a narração, os reportes nem sabem quem é brasileiro, etsrangeiro, noa sabe adiferença entre maratona e outras modalidades, enfim é triste... além de tudo isso, a mudança repentina do horario da prova, para que a globo possa transmitir sua programação, a mudança do pecurso, enfim... temos que participar com criticiadde. è isso ai, valeu pela oportunidade. Abraços, feliz 2010! e boas corridas, pri

    ResponderExcluir
  4. Amigo... creio que a úncia situação em que não iremos passar maus bocados com 32 graus e água morna e se São Pedro der a graça de um belo temporal do contrário estamos bem FERRADOS ... O negócio é ir sem compromisso, apenas pela diversão e pelo encerramento de mais um ano de conquistas, e sobre o fato de mudança do percurso alguns dizem que irá para o IBIRA dai já era mesmo ... pois nos corremos praticamente o ano todo por lá e com isso iria perder o sentido HISTÓRICO da PROVA... PORQUE NÃO USAR A MESMA METODOLOGIA DA MARATONA DE NY com a FAMOSA LOTERIA ??? Mas a impressão é que os $$$$ que realmente interessam por isso $ão $ilvestre ...

    Abraços e ótimo 2010!!!

    http://porqueeucorro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Execelente observações pensei que estes pontos negativos estava sendo visto apenas por um corredor iniciante como eu.

    ResponderExcluir
  6. Concordo plenamente com seu comentário no meu Blog Claudio. Os valores e q qualidade de algumas organizadoras estão nos forçando a realizar mais treinos...rsrsrs... No finalzinho no ano passado já estava pensando em adotar esta estratégia...rsrsrs... então somos dois!
    A prova da são silvestre é linda, mas a Yescom consegue estragar tudo,colocando água depois de 5Km e escolhendo as ruas mais estreitas para fazer uma prova de 22.000 pessoas. Até minha mãe reclamou, pois no Globo só passam até os primeiros chegarem. O restante dos 21.990 corredores são retardatários para a Globo/Yescom.
    Mesmo assim vamos continuar na correria...rsrsrs....
    Abraços,

    Ismael
    @i1982
    http://meadiciona.com/ismael
    http://runsp.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá caro amigo Rinaldo, como vai?
    Primeiramente quero lhe parabenizar pela prova, que apesar das dificuldades que você citou no relato, o seu tempo foi relativamente bom.
    Sobre a falta de água, eu não tive este problema, pois corri lá na "frente", mas é uma pena que isso tenha acontecido com os corredores que vinha mais atrás.
    Pelo valor que é cobrado para se correr a São Sivestre, o mínimo que eles poderiam oferecer é água abundantemente para todos os corredores.
    Se não há suporte para tantos corredores, pra que então por um número elevado de inscrições, não é verdade?
    E em relação a mudança de percurso, fiquei supreso com isso e não gostei nada nada dos possíveis locais para a edição 2010 da prova.
    Tomara que isso não aconteça.
    Valeu Rinaldo, abração a você e feliz 2010...


    tutta³³
    www.correndocorridas.blogspot.com

    ResponderExcluir