domingo, 9 de janeiro de 2011

“Nascido para Correr”: para descansar as pernas e a cabeça

Com certeza você deve ter acompanhado através de revistas de corrida e sites especializados a recente discussão sobre correr calçado ou não, e sempre que o assunto vem à tona a reportagem acaba fazendo menção do livro de Christopher McDougall, “Nascido para Correr” (Born to Run), o qual trata o tema através da experiência do autor.

Resumindo, caso você ainda não tenha lido nada à respeito: como muitos corredores, o autor torrou os tubos em tênis de corrida de última geração e continuou sofrendo com dores e lesões do mesmo jeito. Após uma experiência com os índios mexicanos tarahumaras, grandes corredores que utilizam no máximo pares de sandálias feitas por eles mesmos e que percorrem distâncias absurdas em velocidades também absurdas, McDougall, jornalista e escritor, passa a utilizar algumas de suas técnicas e deixa para trás as lesões. Mas vamos à minha singela opinião sobre o livro, pois esta estória acima pode ser conferida em qualquer reportagem sobre o tema.

Ao iniciar as 383 páginas da edição publicada pela Editora Globo, tive a sensação que ia ser meio monótono, ou seja, o sujeito teria aquela papelada toda adiante para mostrar os benefícios de correr descalço. Por sorte, eu estava enganado, e o livro é de fato muito interessante, passando pela explicação da cultura dos índios tarahumaras, os eventos de ultramaratonas e seus personagens principais e é claro, a explicação por trás da técnica de correr sem o auxílio da tecnologia dos tênis atuais. Aliás, o capítulo dedicado a explicar porque a indústria de calçados está mentindo para você neste exato momento, quando apresenta seus modelos garantindo a diminuição das lesões, é realmente alarmante ao considerar os fatos apresentados pelo autor. Outra parte que irá prender a atenção do leitor é a explicação antropológica de que somos uma verdadeira máquina de correr, com vantagens inclusive sobre a maioria dos animais.

É gostoso ler sobre corrida, especialmente sem o compromisso de ter que aprender alguma coisa no texto, como uma técnica de respiração ou pisada, simplesmente acompanhar um relato e imaginar a experiência que motivou o autor a escrever sobre aquilo. Assim você não fica chato na roda de amigos que só sabem falar dos treinos e recordes pessoais, sem contar que ainda arranja assunto para o seu blog...

Ou seja, pode ficar tranquilo ao adquirir a sua edição, com certeza será uma leitura bem agradável para quem gosta de corrida e que aprecia um bom livro.

Título: Nascido para correr
Título Original: Born To Run
Autor: Christopher McDougall (site do autor, em inglês)
Editora: Globo
Gênero: Reportagem, Corrida, Esporte
Páginas: 383
Preço: R$ 49,90 (de vez em quando aparecem algumas promoções...)

11 comentários:

  1. ---------\\\\|/---------
    --------(@@)-------
    -o--oO--(_)--Ooo-
    Rinaldo ano passado a Editora Globo achou o meu blog na internet e entrou em contato comigo sobre esse livro e meu presenteou com um exemplar desse vc pode ver no link abaixo, sendo que eu ainda não acabei de ler.

    http://www.jmaratona.com/2010/05/nascido-para-correr.html

    Pois muitos discutem sobre correr descalço, inclusive aqui no Rio tem um Sr. de 60 e poucos anos chamado Chico Águia que corre maratonas descalço, bom eu digo por mim que jamais eu correria uma corrida descalço, ainda mas que eu corro ultras, os corredores índios mexicanos eles não correm descalços e sim com uma fina sandália eu queria ver esse pessoal correndo descalço correr ultras ou correr em trilhas aonde tem muitas pedras, mas cada um com seu modo de correr...Ahhhh veja os vídeos abaixo falando sobre esse assunto.

    http://www.youtube.com/watch?v=hdfrIHwh9R4&feature=player_embedded

    =======================================
    http://edition.cnn.com/video/#/video/living/2009/10/07/barefoot.runner.mcdougall.cnn

    E aí tá pensando em correr descalço também, se sim bons treinos.

    Um abraço,

    Jorge Cerqueira
    www.jmaratona.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Claudio, legal vc mencionar este livro. Estou lendo a versão original em nglês e estou na metade dele, na parte do casal surfista e metidos a corredores a Jenn e o Billy. Deixando o fato de correr descalso de lado, a não ser na praia que é muito bom, o livro me faz ter mais coragem e confiança para correr mais longe.
    Eu também o indico para corredores. É inspirador. Abraço e bons treinos, Marluce

    ResponderExcluir
  3. oi, rinaldo!

    também li esse livro, e me apaixonei!
    é inspirador!

    ResponderExcluir
  4. Sempre bom ter comentários dos amigos sobre livros. Valeu a dica. Agora coloque o livro para correr e empreste ou doe para um amigo. abs

    ResponderExcluir
  5. Rinaldo, esse livro realmente é muito bom. Li há uns 7 meses e mudei minha maneira de correr desde então. Hoje em dia, o próprio autor está focando mais na forma de corrida (pisar com o meio do pé x calcanhar) do que com o fato de usar tênis ou não. Minha experiência nesse tempo me fez concluir que a transição não é tão fácil quanto parece pelo livro mas, ainda assim, positiva para muitos (inclusive eu). Não pretendo voltar a usar tênis com muito amortecimento nunca mais!
    abraço,
    Sergio
    corredorfeliz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Rinaldo, o almoço da SS foi ótimo.
    Vamos nos falando sobre a meia da Ponte, parece que ainda não fecharam uma data.
    Grande abraço e bons treinos!!!

    Para a 1/2 Maratona do RJ (Caixa) estamos praticamente inscritos ;) Já é uma desculpa para rolar outro almoço de massas!

    ResponderExcluir
  7. Ahhh ... sobre correr sem tênis ou com pouco amortecimento. No meu caso, sem chance.
    Tenho os dois joelhos operados e não arrisco de forma alguma correr sem amortecimento.

    Abraços e bons treinos!

    ResponderExcluir
  8. Rinaldo, valeu pela dica!!

    Assim que eu terminar de ler "50 maratonas em 50 dias" irei começar "Nascido para Correr" e tambem, uma outra dica de leitura, que vou iniciar junto com esse é o "Operação Portuga"!!

    Um forte abraço, Feliz 2011 e vamo que vamo!!

    Leonardo Nista
    www.corroporcorrer.com.br

    ResponderExcluir
  9. E aí, Rinaldo! Na paz

    Cara, eu já passei pela experiência de correr descalço. E foram algumas vezes! Inclusive, participei de uma prova de 6K.
    (veja: http://www.maratonacorreria.com/2010/04/mais-um-passo-alias-alguns-deles.html)

    Realmente é muito diferente. Ao correr descalço, você passa a adotar uma forma de pisada diferente do habitual. Normalmente, corremos “como manda o figurino”, apoiando primeiramente o calcanhar no solo, depois o médio pé e por fim os dedos. Descalço, isso é praticamente impossível. A pisada precisa ser quase que totalmente uniforme, com o pé apoiado no solo por inteiro, “chapado”. É bem interessante e acho que todo corredor deveria experimentar. Mas, é preciso cautela. Começar aos poucos, de preferência em piso de grama e só depois partir para o asfalto.

    E preparem-se para o pós-treino, pois as solas dos pés ficam com a sensação de queimadura, ardência... Um creme para os pés ajuda muito!

    Uma amiga fisioterapeuta me disse que eu era “doido” de correr assim, pois fatalmente ganharia uma ou mais lesões. Bom, não “paguei para ver”, pois fiz apenas alguns treinos. Não dava muito certo, porque gosto de treinar também em piso de terra, e descalço fica complicado, machuca demais devido às pequenas pedras...

    Ah, e gostei da dica do livro, vou comprar!

    Um abraço,
    Kleber RG
    www.maratonacorreria.com

    ResponderExcluir
  10. Valeu pela indicação Rinaldo! Este é o próximo da minha lista!!!

    Abraços! pri

    ResponderExcluir
  11. Ótima dica de leitura para quem adooora correr e ler. VOu incluir nas minhas próximas compras literárias! Estou precisando de algo do tipo!
    Um ótimo 2011 e obrigada pela dica!!!!

    ResponderExcluir