segunda-feira, 11 de abril de 2011

Meia Maratona Corpore 2011: a revanche!

Há 43 dias atrás, o relógio aí da foto mostrou algo que me deixou “p” da vida: terminei uma Meia Maratona em 02:36:18, tempo pior do que quando participei da minha primeira prova na distância de 21,1 Km há uns 3 anos atrás. Mas neste domingo, o sujeitinho conheceu o doce gosto da revanche, tendo que mostrar que a mesma distância foi completada em 02:18:05, voltando ao meu ritmo normal de prova. Pode não ser lá grande coisa, mas já é aceitável.

A já tradicional Meia Maratona Internacional Corpore em sua 12a. ediçao, apesar de percurso quase todo plano, teve seus altos e baixos. Na verdade, o único ponto “baixo” da prova foi o percurso que mais uma vez foi alterado para cumprir com as exigências (frescuras, diga-se) da USP com relação aos eventos esportivos que acontecem na Cidade Universitária. Depois de percorrer as ruas arborizadas da região do Parque Villa Lobos, o corredor cruza a ponte sobre a Marginal Pinheiros e passa no Km 13 pela chegada... e daí para a frente, mais de 1/3 da prova é composto pela avenida da Raia Olímpica e aquele cenário pós-apocalíptico da Av. Politécnica. O percurso desta prova já foi muito melhor, com trechos dentro e fora da USP, motivando bem mais o corredor a curtir o passeio.

Mas vamos à parte boa, aliás, ótima. Começa pela impecável organização da Corpore, que sinaliza tudo o que interessa para o participante, cria uma arena dentro do CEPEUSP com ótima movimentação e executa todo o resto com qualidade. Camiseta muito bonita, inclusive com o termo “Half Marathon” nas costas, junto com a bandeira do Brasil, daquelas que você com certeza vai colocar na mala quando for correr lá fora. Medalhas diferenciadas para as distâncias de 5 Km e Meia Maratona, data gravada e muito bem trabalhada. Hidratação a cada 2 Km aproximadamente, sempre com água fresca, sem contar o Gatorade no Km 10. Mais Gatorade na chegada e kit pós-prova com guloseimas doces, frutas e um lanchinho de queijo muito bom (algo salgado, finalmente!). Quem quisesse, ainda podia ir de bicicleta e estacionar no BikePark da organização. Enfim, dá gosto pagar por uma prova assim... e eu ainda ganhei uma inscrição do patrocinador!

Este ponto é interessante: pode parecer tendencioso, mas dificilmente você vê o patrocinador ter a preocupação de realmente melhorar a qualidade do evento (em um recente evento da própria Corpore, o patrocinador só conseguiu estragar a camiseta com seu nome em letras garrafais). No caso da Netshoes, foi algo que eu vi poucas vezes em provas, acontecendo mais em situações onde a corrida é totalmente organizada por uma marca esportiva, como no caso do Circuito Adidas. A empresa já realiza ações de marketing em outras categorias como o futebol e agora propõe-se a investir no mercado de corrida no Brasil. Na arena do evento, sua tenda contava com massagem e teste de pisada.

Além desta preocupação de enviar convites para os corredores, a empresa entregou um kit com alguns mimos, como mochila, squeeze, caneta e uma apresentação descritiva da empresa. Entendeu o que eu falei? Entregou em casa! Eu sei que isto tudo deve dar um trabalho danado, mas veja o resultado: a marca mostra sua preocupação em aparecer e ser associada à um evento de qualidade, e consegue. Agradecimento especial ao Pedro, que enviou a cortesia (na verdade para a namorada, minha inscrição já estava feita).

E quanto à minha participação, descontei toda a minha ira de ser gerenciado por pessoas incompetentes no trabalho diretamente no asfalto (e que se dane se estão lendo isto, vocês são incompetentes ao extremo!). Na verdade, entrar na Av. Politécnica me lembrou a segunda-feira da semana passada: eu pensei “vai ser um porre, mas dá para ver o fim próximo”. Boa metáfora, preciso encaixar melhor minhas provas para desestressar dos dias complicados da vida profissional.

Para quem correu 5 ou 21 Km, parabéns e até a próxima!

4 comentários:

  1. Amigo Rinaldo dá gosto de ler blog assim quando um corredor que nem vc corre uma excelente prova que nem foi essa a Meia da Corpore, ve se manda umas provas dessa assim para o Rio...rsss...Parabéns por mais uma prova concluida e parabéns por ter conseguido abaixar mais o seu tempo...Agora que os flanelinhas deve ter ficado p...da vida com a CORPORE e a NETSHOES ahhh ficaram sim, pq vendo a foto muitos corredores deixaram seu carro em casa e foram de bike e acredito que se todos os corredores fossem de bike para as provas seria melhor e ainda mais se tratando de provas grandes em que não dá para o corredor se aquecer na largada pois indo de bike o corredor já chega aquecido e não paga os preços exorbitantes para os flanelinhas...Obrigado pela visita e elogios ao meu blog, seja bem vindo ao rio novamente camarada.

    Um abraço,

    Jorge Cerqueira
    www.jmaratona.com

    ResponderExcluir
  2. Rinaldo, parabéns pelo seu tempo parceiro!!

    É isso aí, tem que mostrar quem é que manda na corrida!
    Eu também participei dessa Meia e confirmo tudo que você escreveu, organização nota 10!!!

    E fiquei feliz também por saber que Campinas não está tão longe assim no quesito organização de provas.

    Quanto a ser mal gerenciado....deixa pra lá...a coisa nos da essa vantagem, podemos descarregar toda a energia ruim por 21 km!!!

    Abraços e continue firme e forte!

    Leonardo Nista
    www.corroporcorrer.com.br

    ResponderExcluir
  3. Boa, Rinaldo! Detalhou tudo conforme realmente aconteu!
    Esta prova agradou a todos, com certeza! Eu fiquei muito impressionado com a organização do evento!

    E parabéns pelo seu tempo final!

    Um abraço!
    Kleber RG (atleta CUCA)
    www.maratonacorreria.com

    ResponderExcluir
  4. Olá. Nossa parabéns pelo texto, esta muito bom. E é legal, o jeito que você detalha, e também é bom ler sobre uma prova bem organizada. Já estou um pouco acostumado com desorganização. Parabéns pelo blog, pela corrida. um grande abraço e bons treinos..


    http://nerdcorredor.blogspot.com/

    ResponderExcluir