segunda-feira, 18 de julho de 2011

Maratona do Rio: Vim, Vi, Voltei!

Na verdade, César disse algo parecido quando iniciou a conquista da Ásia: “Vim, Vi, Venci”, mas eu achei que ia ser pretensioso demais para o título do post. De qualquer forma eu venci, mas foi apenas o meu simpático relógio, que está de cara amarrada comigo até agora. O resto do corpo também não compartilha da sensação de conquista, dói tudo, inclusive as unhas do pé que foram massacradas nos 42 Km da Maratona do Rio ontem. Valeu a pena cada centímetro, não importa a dor!

Novamente eu tive a satisfação de viajar com a Equipe de Corredores Tavares, que desta vez levou 3 ônibus de atletas para a Cidade Maravilhosa. Divididos em corredores das distâncias da Family Run (6 Km), Meia Maratona ou Maratona, todos enfrentaram a longa noite de sexta para sábado cruzando a Via Dutra e dormindo da forma como podiam, apesar do conforto dos veículos.

Desembarcamos no mesmo hotel do ano anterior, que fica a uns 20 minutos do final das três provas, um pouco de descanso e o passeio da tarde seria o Cristo Redentor. Mas antes, uma passadinha na feirinha de entrega de kits, onde a Olympikus mostrava sua linha produzida para a prova: tênis, camisetas, shorts e outras bugigangas. Filas enormes, nem pensar em comprar alguma coisa. Fotos e volta para o almoço para a saída do passeio. Lá no alto, ainda tivemos a sorte de ver a Esquadrilha da Fumaça dar algumas passadas, em comemoração dos Jogos Militares que estão ocorrendo na cidade. Olha bem para este sol maravilhoso, amanhã ele vai fritar seu cérebro debaixo do boné...

Domingo, 03:50 da manhã, hora de levantar

Para evitar os problemas do ano anterior, quando o motorista teve que tomar alguns desvios inesperados e já descemos do ônibus ao som da corneta de largada, saímos muito cedo. Café às 04:20, saída às 05:00, coisa de gente doida mesmo. Percurso calmo e lá pelas 06:15 já estávamos no Recreio. Ótimo, assim dá tempo de enfrentar a fila dos banheiros químicos, depois de curtir um pouco do nascer do sol (que vai mesmo fritar nossos miolos).

Ô aeromoça, qual o filme de bordo?

“Se Correr, Não Case” ou algo do tipo. Na verdade, o que interessava é que o meu lanche de bordo estava melhor que o de muita companhia aérea: sachês de carboidrato, torrones, sal (lembra da Maratona de São Paulo?) e batatas fritas. Como eu vou consumir tudo isso? Correndo, é claro, só não vou passar fome como em toda maratona, afinal, a viagem é longa e sem escalas (obs.: “aeromoça” é politicamente incorreto, o certo é “comissária de bordo”)

Começa a jornada

Depois de um Hino Nacional cortado ao meio sabe-se lá porque, um pronunciamento tímido do Marílson Gomes dos Santos (que não correu) e uma agitação danada dos 5 mil maratonistas, é hora de largar pontualmente às 07:30. Entendeu, Yescom: pontualmente! Lá vamos nós, sol já a toda, mas com uma brisa fantástica para refrescar os corpos agitados. Vamos por um percurso bem aberto, o que facilita a dispersão dos mais rápidos e por volta do Km 2 já estamos em direção ao Aterro do Flamengo. O primeiro trecho é uma reta só, que vai do Recreio até a Barra da Tijuca, ponto de largada da Meia Maratona. Se você não tiver um pouquinho de controle do seu ritmo, dispara feito doido aí e pode ser difícil manter o passo até o final. Por isto eu fiquei marcando de forma acirrada cada quilômetro, mantendo entre 06:30 e 07:30, meu ritmo normal, para não estourar o corpo antes da hora. Passada a marca de 21 Km com 02:29:36, agora o jeito é acelerar o que dá, o que vier aqui é lucro. A probabilidade de que eu vou andar é grande, então o quanto eu puder ganhar de terreno, melhor.

O que é um pontinho amarelo correndo na Av. Niemeyer?

Reposta: eu, ensandecido. Este é o único trecho em subida mais forte no percurso, então muita gente anda. Subi o Km 27 trotando, acredito que no meu ritmo. Mas ao ver o cronômetro, tinha fechado o Km a 08:42. Fiquei tão p...da vida que disparei feito um míssil, estourando joelhos, juntas e o que mais tivesse para estourar. Fechei o próximo Km em 04:51. Acho que tinha coisa errada aí, eu não iria tão lento nem tão rápido. Será que alguém mexeu nas placas?

No túnel de São Conrado, um show de lasers ao som da 9ª. Sinfonia de Beethoven (e você achava que eu só curtia Iron Maiden...). Segue vídeo, ficou uma droga, eu sei, mas eu estava correndo:



E estou ouvindo a sinfonia completa enquanto escrevo o post!

Mas e aí, vai fechar este troço em quanto, afinal?

A questão é a seguinte: o muro fica no Km 32, logo à frente, mas eu vinha desembestado. O ritmo, não sei como, mantinha-se no que eu queria, em torno de 7 min/Km. Não dá para explicar, o motor não abria o bico! Mas vamos aos fatos:

- eu me entupi de carboidrato nos últimos 3 dias
- dosei batatinhas fritas, torrones e gel de carboidrato, sem contar os Powerades que eram distribuídos no percurso.
- água farta, então todos os tanques estavam cheios.

O Sr. Scotty diria ao Capitão Kirk: “eu não sei mais quanto tempo a nave vai aguentar!”. Mas eu estava fazendo as contas e daria para fechar abaixo (pouco, na verdade) de 5 horas. Amanhã eu me arrependo.

Enfim, o fim!

Mesmo com o playlist final, que deve turbinar o cérebro, o ritmo caiu um pouco e eu andei uns 200 metros. Entendeu? Andei 200 m em 42 Km, o resto eu corri! Não dava para acreditar, quando vi a placa de 40 Km em frente ao Pão de Açucar botei o resto de lenha na caldeira, pisando o que dava. Total de prova: 05:02:40. Ou seja, 44 minutos a menos que na entediante Maratona de São Paulo, há um mês! E eu não treinei tão bem assim.

OK o relógio perdeu essa ao som de “The Best” da Tina Turner no fone de ouvido, terminei minha 5a. e melhor maratona!

Considerações

Se você ainda não correu esta prova, tá esperando o quê? Com o sol lá em cima fica melhor ainda, o Rio é lindo e você vai percorrê-lo de ponta a ponta pela orla. A organização da Spiridon é infinitamente superior a de outras organizadoras (de quem será que eu estou falando?) e a cidade inteira fica sabendo da prova, graças à divulgação.


Se for possível, eu volto no ano que vem... talvez sub 5 horas?

Pense a respeito

Na minha profissão, quando eu entro em uma sala de aula, sei que nem todos estão empenhados em fazer o melhor. Resumindo, não estão comprometidos, vão desistir, empurrar com a barriga ou esperar uma ajudinha externa. Da próxima vez que você estiver em uma largada de corrida, maratona, ou qualquer prova, tenha certeza de que quem está ali está comprometido.

E vai chegar ao final pelo seu próprio esforço.

Parabéns à todos que completaram as distâncias deste evento fantástico e parabéns à Márcia que completou sua primeira Meia Maratona. Que chato, primeira prova na distância, num cenário desses...




17 comentários:

  1. Rinaldo,parabéns belo relato =) ah preciso correr nesta cidade,vale uma meia maratona???rsrs

    Boa recuperação e bons kms

    Fabi =)

    ResponderExcluir
  2. Rinaldo,
    Parabéns pelo RP! Um belo relato também. Corri a meia que era minha meta para esse ano e curti muito. Que bom que você curtiu a minha cidade!
    grande abraço,
    Sergio
    corredorfeliz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Que post fantástico, adorei cada trecho desse relato. Aquele túnel estava demais!

    Nós fizemos a Meia e depois demos um pulo na orla de Copa para aguardar os amigos Baleias, pena não ter visto vc.

    Ano que vem faremos uma Maratona, ou duas ... ainda não sabemos bem :) Mas o sol forte demais me assusta. Mas pensando bem, tenho um ano para perder o medo do calor da minha terra :D

    Parabéns Rinaldo! Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Parabens Rinaldo, eu fiz a meia, consegui baixar o tempo que estava projetando e fiquei muito satisfeito. Realmente a organização da prova esta de parabens e recomendo quem queira fazer a meia ou a maratona fazer a do Rio pela otima organização, trajeto bonito e so com um subida que tambem nao é nada de morrer e o clima estava otimo e geralmente é assim nesta epoca do ano ai no Rio.
    Bons treinos
    dalton

    ResponderExcluir
  5. Olá. Super parabéns!!! Realmente, 200m pra 42K nem conta. Você foi guerreiro! Parabéns por esta conquista!
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. ---------\\\\|/---------
    --------(@@)-------
    --ooO--(_)--Ooo--
    Rinaldo que bom que retornou a cidade maravilhosa para correr a Maratona do Rio e que gostou, meus parabéns por mais um desafio concluído, realmente a Maratona do Rio é showww, agora só foi uma pena que nós não se encontramos, volta sim ano que vem meu camarada e com certeza vc vai conseguir abaixar mais ainda...

    Bons treinos,

    Jorge Ultramaratonista
    www.jmaratona.com

    ResponderExcluir
  7. daeeee Rinaldo, parabéns meu velho!!! Devia estar show esses 42k hehehe grande abraço


    Tiago Antunes
    www.vodoismax.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Parabéns Rinaldo!
    Realmente essa maratona é inigualável, eu quebrei legal, mas mesmo assim a energia é absurda!
    Muito bom seu relato, me fez lembrar algumas passagens e paisagens.

    Boa recuperação, bons treinos e 2012 se tudo der certo voltamos para essa linda prova.

    Abraço
    Colucci
    @antoniocolucci
    http://toticolucci.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Esta foi minha primeira Meia Maratona: haviam alguns obstáculos que eu precisava vencer e venci!
    Vem tanta coisa na cabeça quando estamos lá, percorrendo metro a metro, mas o que mais vou lembrar é a sensação de cruzar a linha de chegada.
    E o Rio?! Ué, continua lindo!
    Ah sim: mais uma vez uma excelente viagem com a Equipe Tavares de Corredores.

    ResponderExcluir
  10. Foi a minha estréia na maratona. viajei do mato grosso do sul ao rj para isso. valeu muito mesmo !!! tudo perfeito !!!!! parabéns pelo excelente relato e pela maratona. um abração e até a próxima !!!

    ResponderExcluir
  11. Rinaldo, seu relato está fantástico. Muito legal a passagem pelo túnel, fez recordar-nos daquele espetáculo. E logo após, a paisagem exuberante de são conrado com a niemeyer ao fundo. Volte sim ano que vem! Pena não lhe avistei. abração e parabéns pela prova!

    ResponderExcluir
  12. Oi Rinaldo,

    Me emocionei e ri em cada parágrafo do seu post. Só acho que a organização podia ter antecipado a largada para às 7 horas já que no Rio faz muito calor.

    Aqui em Curitiba que é infinitamente menos calor, a largada é às 6:30 para as mulheres e 7 horas para os homens.

    Parabéns pela corrida e pelo novo RP.

    Bjos,
    Dani
    correndoemagrecendo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Bravo, Rinaldo! Parabéns pelo recorde pessoal nos 42k e pelo excelente relato. Eu fiquei com essa mesma raiva quando vi meu pace na subida da Niemeyer, devia ter usado como estímulo a favor, como você fez. Pena não termos nos encontrado por lá, dessa vez quem acabou chegando em cima da hora fui eu. Obrigado pela visita e mensagem no meu Arquivo de Corridas.

    Grande abraço e até as próximas batalhas.

    Fábio Namiuti

    ResponderExcluir
  14. Belo resultado !!!
    Parabens pela prova !!!
    www.96pes.net

    ResponderExcluir
  15. Olá Rinaldo, tudo bom?
    Me desculpe pelo atraso em vir aqui para te parabenizar por mais esta maratona completada em seu currículo de atleta, ok?
    Realmente fantástico o relato, bem como o percurso em si, não é?
    Um dia ainda corro esta prova. hehe
    Abraço e sucesso.


    tutta
    www.correndocorridas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Parabéns Rinaldo...ótimo relato...to pensando em estrear em maratonas ano que vêm nessa mesma prova.
    Abraço,
    Thiago Melo
    http://corredoraprendiz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. É isto ai Rinaldo,parabens pelas conquista, e lembrando sempre que parar nunca. abraços.

    ResponderExcluir