sexta-feira, 29 de julho de 2011

Uma palavrinha sobre o Chip Descartável

Na verdade, não tem muito o que falar, mas já que muito organizador de prova não fala nada, cabe a nós divulgar um pouco a informação correta. Os chips descartáveis já são uma realidade (tardia, diga-se) em nossas provas , e eu já vi muito corredor dando nó em gota d’água, quer dizer, no próprio chip, para conseguir amarrar o dispositivo no tênis. É algo tão fácil que até sua avó faria, mas depois a velha vai ter que correr...

Vou usar parte do texto que está na revista da Maratona do Rio 2011, um dos poucos organizadores que vi explicar o uso correto: “Este chip deverá ser afixado no seu tênis em forma de ‘O’, mantendo a etiqueta voltada para cima sem contato com a superfície (veja ilustração).” E seguia desenho correspondente, mas eu te dou a foto aí acima. Continuando: “o chip não deve ser amassado, dobrado com vinco, ou danificado, para que tenha uma perfeita leitura no sistema”. Putz, fácil demais, mas ninguém tem obrigação de advinhar!

A organização também pode fazer a gentileza de fornecer alguns amarradores, tipo aqueles que você joga fora quando compra pão de forma. É virtualmente impossível dar o ajuste só com o cadarço, especialmente no dia da prova, então o mínimo que se pode fazer é incluir isto no kit. O negócio é alinhar os dois furos do chip e passar o amarrador por eles, e só depois afixar no cadarço.

Ah, droga, estou me coçando para não falar, mas não tem jeito: este post todo é devido ao fato da Yescom não ter dado uma linha de explicação aos corredores da Maratona de São Paulo 2011 e eu acabei ajudando alguns que estavam ao redor para ajustar os respectivos chips. Só quando a organização percebeu (mais uma) burrada é que começou a anunciar no sistema de som que os corredores que estivessem com dúvida deveriam procurar o staff da prova. Pronto, falei.

Evolução simples, já estava mesmo na hora de termos esta tecnologia aqui. E não vamos mais ter que ouvir aquele pessoal berrando “chip na mão!” quando a prova termina, já que as medalhas são trocadas por um ticket que está no número de peito do atleta.

Agradeço a todos que passaram por aqui e deixaram seus comentários sobre a Maratona do Rio. Foram duas semanas de trabalho árduo e nem consegui replicar todos os e-mails ou passar em todos os blogs (domingo tem Meia Maratona, e é claro, eu não tive tempo algum para treinar também...)


3 comentários:

  1. Boa explicação sobre a utilização e afixação do chip no tênis.
    Valeu.

    Abraço.


    tutta
    www.correndocorridas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá. bela explicação sobre o chip descartavel. Valeu ...um abraço

    ResponderExcluir