domingo, 18 de junho de 2017

7a. Meia Maratona Pague Menos Campinas... ótima!

Já não é de hoje que o conceito de viagem+corrida faz parte do meu planejamento e de mais uma legião de corredores, melhor ainda quando a viagem não sai muito caro, é perto e a corrida é acaba sendo melhor do que se esperava. Apesar da cidade de Campinas não ser um destino muito turístico, a região é bonita, agradável, de fácil acesso e recebeu no último dia 11 a 7a. Edição da Meia Maratona Pague Menos, patrocinada pela rede de supermercados que dá nome à prova. Cansado de ver sempre as mesmas opções no calendário e precisando esfriar um pouco a cabeça, a opção mostrou-se viável e lá fui conferir a cidade e a corrida.

Um item que continuo achando absurdo nas provas do interior é a impossibilidade de retirar o kit no dia do evento, mesmo que fosse somente para os que apresentassem comprovação de que não são da cidade. Preferi passar o
final de semana no local, mas caso não fosse possível teria que abortar a participação por não ter ninguém que pudesse retirá-lo na véspera. Caros organizadores, com a melhor das intenções, por favor pensem no assunto. Chegando na cidade, fui direto à loja da rede de supermercados para retirar o kit, tudo bem organizado e rápido, indo depois para a região central onde fiquei hospedado próximo da largada/chegada. Pelo menos, um ponto positivo é a farta rede de hotéis na região da corrida, o que favorece a hospedagem de quem vem de fora.

Tudo bem no horário no dia do evento, corredores concentrados na praça em um frio de 7 graus Celsius, mas com um céu sem nuvens, que prometia muito sol em breve. Como já era de se esperar,
Campinas não é uma cidade plana, e o sobe e desce começou cedo para os percursos de 6, 10 e 21 Km. Excelente hidratação com água em garrafinhas e ótima distribuição, sem aquelas tradicionais muvucas de corredores parando em cima do staff quando as coisas estão desorganizadas. Apesar de seguir por muitas ruas centrais, o percurso praticamente contorna o Parque Portugal com vista para a Lagoa do Taquaral, para quebrar um pouco da monotonia da paisagem. E mais sobe e desce, é claro.


Este aqui, ainda se recuperando de uma traqueobronquite (irresponsável, eu sei), fechou os 21 Km em 02:00:28, tendo em boa parte do percurso a companhia do colega William de São Paulo, que também encarou a viagem
para correr novamente a prova. Ao final, boa dispersão e uma segunda camiseta no kit, mas com controle de lista de retirada para não favorecer os pipocas de plantão. Parabéns organizadores, esta prova passou a fazer parte do meu calendário pelo excelente padrão de qualidade, com certeza voltarei em edições futuras.

Agora, depois de correr 21 Km, quero ver você fazer um regenerativo no pedalinho da Lagoa do Taquaral...

Dá-lhe pernas!


2 comentários:

  1. Parabéns, amigo !! Eu participei de uma ontem, e tô toda moída hahaha ... e haja regenerativo !

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, amiga, não tem sensação melhor do que esta dor do dia seguinte!

    Boas corridas!

    ResponderExcluir