terça-feira, 13 de dezembro de 2011

SSCover: laranjada nas ruas de São Paulo!

Correr 15K de manhã ou 15K à tarde? As duas coisas no mesmo dia, é claro! Primeiro o dever, depois o lazer. E aí você já deve ter uma ideia de qual foi mais divertido. As pernas ainda doem bastante, mas a sensação de dever cumprido e encerramento do ano de corridas não poderia ser melhor.

De manhã, 15K na maior má vontade

A data do treino da tarde já estava até anunciada, mas ainda não confirmada, quando eu fiz a inscrição para uma prova de 15K que participei nos anos anteriores. Por ser de fácil acesso por Metrô, a logística é mais simples, tanto que demoro no máximo meia hora entre a minha casa e a largada. Porém a prova é de um certo organizador, aquele-que-não-deve-ser-nomeado, e devido à fatos recentes eu estou encerrando minha participação em seus eventos.

Como não gosto de perder inscrições, fui, de muita má vontade, correr meus 15K da tal prova. O percurso é plano e sem novidades, portanto eu já sabia que não precisaria forçar muito. Arrastei minha carroceria pelas ruas da Zona Norte de São Paulo na maior lerdeza, não tanto pela prova, mas por estar em um evento da referida empresa. Camiseta igual à do ano anterior, só com o número da prova atualizado, que eu tive o maior prazer em dar de presente ao primeiro morador de rua que encontrei após retirar o kit. Ninguém pode me condenar por ser solidário a estas pessoas que não desfrutam dos mesmos confortos que nós, certo?

Kit pós-prova composto por uma micro maçã, uma barrinha de cereal e um mini pão de mel. Já participei de provas gratuitas e de menor distância com muito mais atenção ao corredor. A medalha já veio envelhecida, ou sei lá, de um mau gosto tremendo.

O mais curioso é que este organizador passou a semana despejando mensagens em seu microblog dizendo “não participe de provas piratas”, “não corra em avenidas movimentadas”, “cuidado ao correr junto aos veículos” como tentativa de desencorajar o nosso treino de domingo. Mas o mesmo organizador não teve a capacidade de fechar alguns trechos muito movimentados do percurso, como este da foto. “Faça o que eu digo, não faça o que eu faço” é uma frase com menos de 140 caracteres que deveria constar em sua página, ao invés destas provocações.

(obs.: a quem possa interessar, fui ao evento regularmente inscrito – numeral 3938 – portanto, no papel de CONSUMIDOR pagante, tenho todo o direito de dizer o que eu penso do mesmo).

T1

No triathlon, as transições natação/ciclismo e ciclismo/corrida são chamadas respectivamente de T1 e T2. Entre a tal corrida e o nosso treino eu tinha a minha T1, composta de :


Explicando: macarronada congelada + gel de massagem muscular nas pernas + episódio do 24 horas (nem dá para dizer o que estava melhor!)


À tarde, 15K com os amigos

Sem pretensões de corrida, mas sim de treino entre pessoas com a mesma afinidade e que possuem opiniões em comum, aconteceu a SSCover, um percurso de 15K proposto pelo colega Antonio Colucci do blog #aisimcolucci, saindo da Av. Paulista em frente ao MASP, descendo a Consolação, entrando na região Central e subindo a temida Av. Brigadeiro Luis Antonio, terminando, obviamente, na Av. Paulista. Seguimos o percurso (com alguns pequenos desvios devido à obras e outros ajustes) de uma prova recentemente descaracterizada e que acontecia nestes moldes.

Encontrei a colega Fabi do blog A Corrida Mudou Minha Vida e finalmente conheci outro colega até então virtual, o Eduardo Acácio do blog Por Que Eu Corro, nós todos na foto aí ao lado. Também conheci pessoalmente outras celebridades e figuras do mundo da corrida no dia, como o jornalista Vicent Sobrinho da (na minha modesta opinião) melhor revista de corrida da atualidade, a Contra-Relógio. Caramba, estes blogueiros conhecem todo mundo, imaginou se alguma empresa tentar prejudicar ou atacar publicamente um deles? Com certeza vai “vazar” pra todo lado, queimando a imagem das pessoas que ainda acham que podem inibir a liberdade de expressão dos cidadãos deste país.

Debaixo de um sol de torrar os ânimos de qualquer um, mas mesmo assim muito animados, uma multidão (e eu não vou chutar números, especialmente em porcentagem, vai que eu erro) saiu contornando os pedestres em grande número que estavam na calçada da Av. Paulista passeando na sensacional tarde da via mais querida da cidade. Muitos nos incentivavam pelo caminho, um ou outro achava estranho e até mesmo os motoristas nos davam passagem na maioria dos cruzamentos. Perigoso, né?

Nos primórdios da civilização, um certo Xerxes teria dito:
“Como assim? Só 300 espartanos?
Isto não é nem 1% do meu exército persa!”

Porém o Rei Leonidas responderia em seu perfil no Twitter:
“Mas vc vai ver os 300 #pontafirme que eu vou levar!”

Como era treino, e não corrida, fizemos duas paradas, uma no final do Elevado Costa e Silva (Minhocão) e outra no último trecho de subida da Brigadeiro. Descansamos, hidratamos e seguimos viagem, um pelotão laranja subindo e festejando a entrada na Av. Paulista e o retorno ao nosso ponto de concentração no MASP. Ninguém se feriu, uma ou outra bolha (tipo a minha) no máximo. Deixamos muito suor no caminho, ninguém caiu desidratado (ou do Elevado). Concluímos todos juntos e mais animados que no início e ganhamos até medalha! (após o treino, diga-se, só quem não tem respeito pelo esforço do corredor entrega a conquista antes do final).

Poderia passar o resto do dia aqui contando os detalhes ou a animação do pessoal, mas você ia ficar com água na boca e se arrepender de não ter participado. Se participou, que legal, fizemos história juntos, de forma unida, organizada e pacífica, registrado para quem quiser ver. Aí vai um pequeno vídeo:



(o vídeo foi produzido com a ferramenta gratuita Pinnacle Video Spin e a trilha sonora é do site de música livre Audionautix)

O Colucci deve ter sido bombardeado de agradecimentos e cumprimentos pela organização do treino, então além disso, deixo para ele e todos os participantes o seguinte pensamento de Edmund Burke:

“Para que o mal triunfe, é necessário
apenas que os bons nada façam.”



10 comentários:

  1. Muito bom Claudio, pelo menos a segunda parte. hehehe

    Você acredita que a SScover teve mais participantes que uma Prova "organizada" por essa que não deve ser nomeada no sábado a noite?
    E era só 10k.

    #tamojunto
    Abraço
    Colucci
    @antoniocolucci

    ResponderExcluir
  2. Parabéns!!!
    Que vicio bom a corrida,cada blog que visito fico emocionada de ver tanta galera curtindo as corridas.
    Abraço .

    ResponderExcluir
  3. Meu amigo REAL ... rs Parabéns pelo execelente post ... E é uma honra conhecer pessoas inteligentes e de ótimo senso... diferente de certas pessoas que organizam provas por ai ...

    Sucesso Sempre e Parabéns !!!

    ResponderExcluir
  4. Foi um treino sensacional um domingo muito especial com pessoas apaixonadas pela corrida.
    Sabe eu sempre fui uma pessoa de pequenos grupos,isso na vida na escola e faculdade...sempre gostei de ter poucos amigos,porque pra mim o que importa e ter amigos de qualidade e respeito e que saber estou adorando ser 1% =)


    Bons Kms

    Fabi =)

    ResponderExcluir
  5. Sensacional! Gostaria muito de ter estado nessa bela festa. E deveria. Parabéns pela participação, Rinaldo, e a todos os 1% que fizeram história.

    ResponderExcluir
  6. Então Rinaldo corri de manhã na Gonzaga e o 1.0 aqui tava arriando na subida , nem me arrisquei ir pra Paulista ainda bem que sua alcalina ainda tinha carga, cara voce precisa fazer um stand-up sobre corridas voce manda muito bem nos seus relatos !!! Abraços

    ResponderExcluir
  7. Legal esse "treininho" de vocês Rinaldo.
    Abraço e sucesso pra você.


    tutta - BALEIAS/PR
    www.correndocorridas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Muito bom o seu "resumo" da coisa toda. Parabéns a você, ao Colucci e a todos que fizeram deste treino o mais divertido do ano para mim.
    Fico feliz de ter participado e esperando o próximo!
    Abraço, Alex.

    ResponderExcluir
  9. Desejo um Feliz Natal e um ano de 2012 cheio de alegria

    ResponderExcluir