segunda-feira, 25 de março de 2013

Night Run: poderia ser melhor

Muito me entristece ter que relatar a Night Run ocorrida no sábado da forma a seguir, mas eu prefiro que o leitor seja informado do que aconteceu ao invés de “puxar o saco” só para ganhar inscrições. Na verdade não foi convite ou qualquer coisa do tipo, em um concurso do site globoesporte.com a minha frase foi escolhida e ganhamos 2 inscrições para a prova. Com tanto evento caro no calendário, este inclusive, foi um presentão que não podia ser deixado de lado, mesmo com a Travessia Guarapiranga no dia seguinte.

Porém as coisas já começaram de forma errada: a prova acontece nas imediações do Anhembi largando de dentro da estrutura do Sambódromo, Zona Norte de São Paulo, enquanto que os kits eram retirados em uma loja de esportes no Morumbi, Zona Sul. Resultado, quase 2 horas no trânsito insano da cidade na quinta-feira, mais filas. Esta falha logística não é exclusividade do organizador, outras provas recentemente tiveram a mesma característica, o que é péssimo. Ao se inscrever em uma prova leva-se em conta se o local é acessível, e no caso das entregas de kits a informação é geralmente divulgada na semana do evento.

Apesar do ponto positivo para a organização ao indicar os estacionamentos mais próximos em um folheto inclusive com os preços, o trânsito virou um caos no sábado à noite na região que dava acesso ao local. Acabei tentando a opção de deixar o carro um pouco mais longe em um dos locais sugeridos, e isto acabou custando menos no bolso e uma caminhada de mais de 2 Km até a arena da prova. Aquecimento? De jeito nenhum, foi só desgaste, teria sido agravado não fosse o fato de faltar bastante para a largada dos 10K, que aconteceria às 20:30. O pessoal dos 5K largaria às 19:30, e isto claramente gerou um pouco de stress, pois estavam próximos do horário. Como consequência, muitos perderam a largada e acabaram correndo a prova de 10K (não sei se inteira), como era possível observar nos números de peito de cor diferenciada.

O que mais chamou a atenção foi a quantidade de “pipocas” presentes na corrida, pessoas sem inscrição que largaram e chegaram junto de quem havia pago pela participação. Pensei que isto poderia gerar inclusive tumulto no momento da entrega das medalhas, pois a quantidade era expressiva e sabemos que muita gente sem um pingo de educação acha bonito pegar kit nestas provas e depois dizer para todo mundo que “correu sem inscrição e ganhou kit do mesmo jeito”. Será que estamos presenciando o nascimento de um novo tipo de corredor? Se for assim eu deixo de pagar inscrições (mas não vou “pipocar” na prova de ninguém, não faz parte da minha índole).

Corrida iniciada no horário com muita música eletrônica e animação. Poucos corredores correram com a lanterna de cabeça que vinha no kit, o que daria uma visual bem bacana, como aconteceu na Energizer Night Race. O pessoal saiu meio desembestado pela pista da Fórmula Indy em decorrência do percurso totalmente plano e temperatura mais do que agradável, frio com garoa fina. E é claro, quem sai neste ritmo também atropela os mais lentos com esbarrões, empurrões e até o famoso bordão “abre! abre! abre!”. Diante dos fatos decepcionantes, saí meio injuriado, e como já relatei em outros posts, corre-se também com a cabeça. A minha demorou uns 3 Km para esquecer a situação e mandar as pernas correrem, até mesmo depois de eu ter perdido a lanterna no Km 2 (e ninguém teve a educação de me avisar). Um pouco de bagunça nas placas de quilometragem, então deixei de ficar controlando ritmo entre os Kms e acelerei o que dava.

Percurso plano, quebra de recordes, certo? Na verdade o vai e vem aliado aos diversas “cotovelos” acabam com o ritmo de qualquer um. Terminei no meu ritmo de sempre, com 01:02:43 pelo meu relógio, pois o cronômetro de tempo bruto do portal estava desligado. Fui para a fila ver se ainda tinha medalhas e que bom, a organização foi prudente e trouxe uma boa quantidade, só não sei se conseguiu “filtrar” os pipocas a tempo, mas acho que todos saíram com sua conquista no peito. Ótima hidratação, mesa de frutas ao final e uma medalha até que bem bonita. Agora é voltar mais os 2 Km e tanto até o carro debaixo de garoa fina.

De qualquer forma agradecemos ao pessoal do site pela oportunidade de participar do concurso, além do próprio organizador que disponibilizou o prêmio. Espero que as críticas e pontos destacados sirvam para melhorar os próximos eventos, pois a ideia de correr no sábado à noite é uma ótima opção às corridas dominicais.

8 comentários:

  1. Para mim, a Night Run é a nova Nike 10k, ou seja, aquela prova que todos querem participar (e em algumas edições chegou a ter show como na Nike).
    Mas, por ser uma corrida atraente, é uma corrida que traz muitos pipocas!
    Se não me engano, a Latin Sports está fazendo uma campanha contra os pipocas. Visto que a organização faz um planejamento contando com um numero de participantes (agua, segurança, infra, etc) e de repente, aparece aquele monte de gente que só atrapalha...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente lembra um pouquinho o clima da Nike 10K, que aliás era uma prova muito boa (igualmente tumultuada).

      A revista Contra-Relógio fez uma ótima matéria sobre o assunto recentemente, os pipocas geram inúmeros problemas para a organização, mas o pior é a falta de respeito aos participantes que pagaram pela inscrição. Reflexo da educação de cada um.

      Abraço e boas corridas!

      Excluir
  2. Pois é Rinaldo apesar da corrida ser quase no quintal da nossa casa ainda não confio neste circuito Night Run , opto pela Indy quando quero correr a noite na qual não vou correr este ano, mas valeu a tentativa , voce esta escolhendo a dedo as provas isto é bom....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com o preço das inscrições não tem como abusar e sair fazendo loucura, eu nem ia nesta, mas com o prêmio do concurso não deu para resistir. Foi boa, correr no circuito da Indy é muito legal, apenas precisa melhor um pouco a logística de trânsito.

      Abraço e bons treinos!

      Excluir
  3. Realmente Rinaldo, essa corrida tem deixado a desejar. Ainda esta um pouco confuso para mim, mas parece que houve uma divisão, o que antes era Fila Night Run, agora é só night run e Dia 17 de Abril teremos na USP a Fila Night Race. Vamos ver se é melhor, o preço continua salgado, 120,00. Mas o que vale é participar, e você mandou bem e ainda no domingo nadou 2km. Parabéns meu amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu amiga! O preço das inscrições tem desanimado um pouco, e no caso desta só o kit não justificaria, o esquema poderia ser melhor trabalhado com relação à entrega de kits e acesso ao local. Tem tudo para ser uma boa prova para o calendário, só precisa melhorar alguns pontos.

      Boas corridas!

      Excluir
  4. Apenas um detalhe, pra pegar medalha tinha que antes devolver o chip da cronometragem, logo nao vejo como poderiam faltar medalhas, pois os pipocas nao tinham chip pra trocar por medalhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, este é o procedimento padrão, porém em muitas provas o pessoal do staff não está mais controlando quem entra nas filas para retirar a medalha. No caso desta prova, na fila onde eu entrei havia uma pessoa com um saco plástico aberto e o corredor "jogava" o chip dentro. Se eu tirasse um pedaço de plástico qualquer do bolso e atirasse ali, ninguém iria conferir.

      Resumindo: este é um problema de falta de treinamento do pessoal da organização, não é exclusivo desta prova, e se continuar eu não pago mais inscrições para correr.

      Bons treinos!

      Excluir