sábado, 28 de agosto de 2010

Para os “órfãos” da Nike 10K

Desde o ano passado não ficou muito claro o motivo que levou a Nike a transferir a prova Human Race (ou Nike 10K) para o Rio de Janeiro, não realizar em São Paulo ou abrir novas frentes desta tradicional competição. Para completar, neste ano o motivo oficial foi a transferência da estratégia de marketing para o Desafio 600K, onde atletas percorrem o percurso São Paulo-Rio de Janeiro em equipes, totalizando esta distância insana. Você pode ler a matéria completa no Webrun, para entender um pouco melhor.

O que não dá para entender, com ou sem matéria, é o que tem a ver uma prova tradicional de 10 Km onde são esperados ao menos 20.000 corredores com uma de 600 Km com uns 100 atletas no máximo (não pesquisei o número oficial). Na minha opinião, que não tem o objetivo de denegrir a marca e sua estratégia de marketing ou a prova de 600K, o que aconteceu foi o resultado da edição de 2008, onde imaginava-se que fazê-la ao redor do mundo todo no mesmo dia renderia o total de 1 milhão de atletas. O trocadilho “Human Race” foi genial, pois “Race” em inglês pode significar tanto “corrida” como “raça”. Ideia incrível, imagine você como parte deste evento e já dá vontade de participar. Mas aqui no Brasil, até onde eu sei, não foi atingida a marca de 25 mil atletas inscritos (o preço, talvez?) e o mesmo deve ter ocorrido ao redor do mundo. Uma pena, a iniciativa foi ótima, teria sido um evento de proporções nunca vistas.

Vamos e venhamos (correndo, é claro), perdeu-se uma prova no calendário que não tinha igual, com brindes da marca, camiseta de tecido tecnológico, shows e mais uma porção de coisas boas. A foto acima é um imã de geladeira da edição de 2006... que continua na minha geladeira até hoje! A organização era feita pela Corpore, dando mais credibilidade ainda ao evento.

Fica a sugestão para que a gigante do esporte, que já foi impulsionada pelas ideias malucas de Bill Bowerman*, volte ao nosso circuito com a mesma qualidade de antes.

Boas passadas!

*Bowerman foi treinador de Steve Prefontaine que inventou o solado dos primeiros modelos de corrida com a máquina de waffle da esposa, para desespero dela. Seu nome era tema de uma das corridas da Nike que também não existe mais, porém esta é outra estória...

3 comentários:

  1. Depois do Nascido para Correr dá até medo de usar um tenis da Nike .., hehehehe
    Abs e bons treinos

    ResponderExcluir
  2. Acho bacana esse desafio dos 600K mas eu achava muito mais os 10k onde fiz minha primeira prova e tinha show no final,mas vai entender né...meu marido correu essa prova do imã de geladeira rsrs e fui em 2007 e 2008,2009 e 2010 ficarei no vacuo rsrs

    Bons Kms e bom fds
    Fabi =D

    ResponderExcluir
  3. Eu corri a nike 10k em 2007 e 2008 e adorei a prova. É uma pena ter sido substituida pelos 600k. otimo post. um abraço e da uma olhada no: http://nerdcorredor.blogspot.com/

    ResponderExcluir